BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

22 Janeiro 2020 - 12:59

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 35 milhões na quinta-feira (23)

Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional

Nenhum apostador venceu o concurso nº 2.226 da Mega-Sena desta terça-feira (21). Foram sorteados os números 02 – 04 – 07 – 16 – 30 – 38. Segundo estimativa da Caixa, o concurso da próxima quinta-feira (23) deverá pagar R$ 35 milhões. A quina teve 43 apostas ganhadoras e cada uma vai receber um prêmio de R$ 46.161,97. A quadra saiu para 3.798 apostadores, que receberão prêmio de R$ 746,62. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões. Habitualmente, os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados, mas a Caixa também promove as “Mega-Semanas”, quando realiza três concursos – às terças, quintas e sábados.

22 Janeiro 2020 - 12:51

Após relatório sobre ataques a jornalistas, Bolsonaro diz que evitará imprensa

Foto: Reprodução | O Globo

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta quarta-feira (22) que vai evitar falar com a imprensa após levantamento da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) indicar que ele foi responsável por 58% dos ataques à categoria no ano passado. O relatório da entidade, divulgado na quinta-feira passada, mostra que 208 ataques a veículos de comunicação e jornalistas foram registrados no ano passado. Desses, Bolsonaro foi responsável por 121. “Eu quero falar com vocês, mas a Associação Nacional de Jornalistas diz que, quando eu falo, eu agrido vocês. Como eu sou uma pessoa da paz, não vou dar entrevista. Não posso agredir vocês aí. Manda tirar o processo que eu volto a conversar”, disse Bolsonaro a jornalistas que o aguardavam na entrada do Palácio da Alvorada. O Palácio do Planalto não soube informar, até o momento, a qual processo Bolsonaro fez referência.

20 Janeiro 2020 - 14:23

Justiça de MG libera goleiro Bruno para morar e trabalhar em Mato Grosso

Foto: Revista Veja

O goleiro Bruno Fernandes, condenado a mais de 20 anos de prisão por participação na morte da modelo Eliza Samudio, mãe de um filho dele, conseguiu a liberação da Justiça de Minas Gerais para se mudar para Mato Grosso e trabalhar no Clube Esportivo Operário Várzea-grandense, time com sede em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A decisão foi do juiz Tarciso Moreira de Souza, da Vara de Execução em Meio Aberto e Medidas Alternativas da Comarca de Varginha (MG). Segundo o portal G1, entidades como o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso (CEDM/MT) divulgou uma nota de repúdio dizendo que alguém que tenha sido condenado pelo crime de homicídio tem o direito a recomeçar a vida, inclusive profissional, mas não deve ocupar uma posição em que deve ser tratado como ídolo. O conselho afirma que Bruno, à época do crime jogador do Clube de Regatas do Flamengo, foi condenado pelos crimes de homicídio, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado. “Trata-se de alguém que demonstrou profundo ódio e total desrespeito às mulheres ao tratar dessa forma cruel e bárbara aquela que seria a mãe do seu filho”, diz trecho da nota emitida pelo conselho.

20 Janeiro 2020 - 09:03

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 32 milhões na terça-feira

Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional

O concurso 2226 da Mega-Sena, na próxima terça-feira (21), poderá pagar R$ 32 milhões a quem acertar as seis dezenas. Isso porque o concurso 2225 deste sábado (18) não teve vencedor e, portanto, ele acumulou. Eis as dezenas sorteadas:  01, 32, 37, 44, 46 e 47. A Quina, com cinco números acertados, teve 34 apostas ganhadoras, cabendo a cada uma R$ 81.317,28. Já a Quadra, com quatro 4 números acertados, registrou 3.100 apostas ganhadoras, com R$ 1.274,09 para cada uma delas. As informações são do site da Caixa Econômica Federal.

17 Janeiro 2020 - 01:37

MG registra 4ª morte suspeita de intoxicação por cerveja contaminada

Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) confirmou nesta quinta-feira (16) a quarta morte decorrente da ingestão da cerveja Belorizontina, da Backer, contaminada por dietilenoglicol, substância anticongelante encontrada em sete lotes da marca. Trata-se de um homem de 89 anos, que estava internado no Hospital MaterDei, região centro sul da capital. O nome dele não foi divulgado. A causa da morte ocorreu em razão da síndrome nefroneural (que afeta rins e sistema nervoso). APCMG informou que o corpo da vítima deu entrada no Instituto Médico Legal Dr. André Roquette às 5h25 e está sendo necropsiado. “A PCMG trata todos os casos como suspeitos de intoxicação por dietilenoglicol até que o laudo fique concluído. O prazo regular para finalização do laudo é 30 dias”, diz, em nota. Oficialmente, a Polícia Civil mineira contabiliza três mortes, pois ainda não confirmou a relação da vítima de Pompéu, comunicada na terça-feira 14, com os casos relacionados à cervejaria Backer. A lista atualizada da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais inclui dezoito casos, sendo três mortes, também desconsiderando o caso de Pompéu. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento encontrou as substâncias monoetilenoglicol e dietilenoglicol na água usada para fabricação das cervejas Belorizontina. Segundo integrantes do ministério, a água é utilizada para resfriamento do mosto – mistura de ingredientes que vão compor a cerveja após sua fermentação. Na terça-feira (14), a diretora de marketing da cervejaria Backer, Paula Lebbos, pediu aos consumidores que não bebam a Belorizontina até o fim das investigações para descobrir a origem das substâncias tóxicas encontradas em lotes da bebida. “O que eu preciso agora é que não bebam Belorizontina, qualquer que seja o lote”, disse a diretora em coletiva de imprensa na capital mineira, onde fica a fábrica de bebidas.

17 Janeiro 2020 - 01:05

 Pesquisa Datafolha: 50% dos brasileiros são católicos, 31%, evangélicos e 10% não têm religião

Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional

Conforme levantamento realizado nos dias 05 e 06 de dezembro do ano passado pela Pesquisa Datafolha e publicada na segunda-feira (13) pelo jornal "Folha de S.Paulo", 50% dos brasileiros são católicos, 31%, evangélicos, e 10% não têm religião. Ainda de acordo com a pesquisa, as mulheres representam 58% dos evangélicos e são 51% entre os católicos. O relatório indica ainda que:  Não tem religião -  10%;  Espírita - 3%;  Umbanda, candomblé ou outras religiões afro-brasileiras -  2%; Outra -  2%; Ateu -  1%; Judaica - 0,3%. Durante a pesquisa foram entrevistas  2.948 pessoas em 176 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

13 Janeiro 2020 - 19:37

Petrobras vai reduzir em 3% preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias

Foto: Tomaz Silva | Agência Brasil

A Petrobras vai reduzir o preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias em 3% a partir desta terça-feira (14). A decisão foi tomada após a companhia ter mantido os valores de ambos os combustíveis estáveis por semanas. De acordo com o portal G1, a gasolina não sofria um reajuste desde 1º de dezembro, enquanto o diesel tinha a cotação estável desde 21 de dezembro, quando houve um aumento de 3%. Nos preços da gasolina, houve um aumento de 4% no dia 27 de novembro. A redução do preço dos combustíveis nas refinarias acontece após um acomodação dos preços internacionais do petróleo.

09 Janeiro 2020 - 15:49

Comandante da PM é exonerado no Piauí após defender morte de criminosos

Foto: Reprodução/Redes sociais

A Polícia Militar do Piauí exonerou do cargo um comandante que defendeu, em áudio vazado, que seus comandados “descessem as cordas” de criminosos em confrontos. A polêmica envolvendo o coronel Edwaldo Viana Lima, 55, comandante da Polícia Militar de Picos, cidade a 306 km de Teresina, se deu após um empresário da cidade ser morto em tentativa de assalto. O próprio comandante fez a gravação e anunciou que estava “prestando contas”, pedindo para que os assaltantes fossem identificados. “Eu quero que eles reajam, eu sempre vou usar aquela minha frase, reagiu tem que descer as cordas”, afirmou, em áudio acessado pelo portal UOL. O coronel disse, ainda, que as “leis beneficiam a bandidagem” e defendeu a morte deles. “Minha equipe só vai parar quando pegar eles vivos ou mortos, porque bandidos dessa característica, covardes, não têm condições de serem pegos vivos”, apontou. Descer as cordas é uma gíria policial relacionado ao fato de que ao enterrar uma pessoa, muitos cemitérios usam cordas para descerem os corpos na sepultura. Após a divulgação do áudio, o comando da Polícia Militar determinou a exoneração de Viana. Ao tomar conhecimento do seu afastamento, na última terça-feira (7), o coronel gravou um áudio em tom de desabafo, atribuindo sua exoneração a “forças políticas”. Ao UOL, Viana disse ter se surpreendido com a exoneração e ressaltou ter feito as afirmações no calor dos acontecimentos. O oficial afirmou que vai entregar o cargo hoje na sede da PM em Teresina. “A população é que vai julgar. Sou contra tortura, nunca torturei ninguém, mas defendo que em combate é preciso descer as cordas”, disse. O coronel afirmou ter sido convidado para assumir um batalhão na capital piauiense, mas afirmou não ter aceitado – ele confirmou ao UOL que pediu licença especial de seis meses e que será pré-candidato a prefeito em Picos, ainda sem partido definido. O comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho, disse que o afastamento de Viana faz parte de um rodízio no cargo. “A mudança de comando faz parte de nossa carreira. Há uma estratégia de estar sempre mexendo com os comandos para dar condições que outros possam comandar”. Ao ser questionado sobre a polêmica do áudio, Lindomar avaliou que as declarações de Viana foram no calor da emoção, mas defendeu que a PM não é para “descer as cordas” ou fazer justiça com as próprias mãos.

31 Dezembro 2019 - 08:22

Apostas da Mega da Virada podem ser feitas até as 17h de terça (31)

Foto: Reprodução/Diário dos Campos

As apostas para a Mega-Sena da Virada podem ser feitas até as 17h desta terça-feira (31). O prêmio do concurso da Virada é estimado em R$ 300 milhões para quem acertar as seis dezenas. Como ocorre em todos os concursos especiais, o prêmio não acumula. Caso ninguém acerte os seis números, o prêmio será dividido entre os apostadores que acertarem cinco dezenas, e assim por diante. As apostas para a Mega da Virada custam o mesmo valor da Mega-Sena regular, R$ 4,50.

26 Dezembro 2019 - 19:32

Caixa paga nesta sexta (27) o valor complementar do saque imediato do FGTS

Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional

Os trabalhadores sem conta na Caixa Econômica Federal nascidos de janeiro a outubro poderão retirar nessa sexta-feira (20) o valor complementar do saque imediato do FGTS - Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Têm direito à retirada complementar os beneficiários com contas ativas ou inativas com saldo de até R$ 998 em 24 de julho. De acordo com informações da Agência Brasil, o trabalhador poderá sacar, de cada conta, até R$ 498, a diferença entre R$ 500 e R$ 998. As retiradas poderão ser feitas pelos mesmos canais onde o trabalhador retirou os R$ 500 do saque imediato nos últimos meses. Os clientes da Caixa com conta no FGTS terão o valor depositado automaticamente na conta corrente ou poupança. Quem nasceu em novembro e dezembro terá até R$ 998 creditado de uma vez. Quem nasceu nos outros meses receberá a diferença entre R$ 500 e R$ 998, caso tenha direito. As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019, disponível 24 horas.

24 Dezembro 2019 - 09:46

Bancos funcionam em horário especial nesta terça-feira

Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional

Os bancos vão abrir nesta terça-feira (24) em horário especial de atendimento. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), nos estados com horário igual ao de Brasília o funcionamento na véspera do Natal será das 9h às 11h. Nos estados com diferença de uma hora em relação a Brasília, o atendimento será das 8h às 10h (9h às 11h no horário de Brasília). Nos estados com diferença de duas horas em relação a Brasília, o atendimento será das 8h às 10h (10h às 12h, no horário de Brasília). O último dia útil do ano para atendimento ao público, com expediente normal para a realização de todas as operações bancárias solicitadas pelos clientes, será 30 de dezembro. No dia 31 (terça-feira), as instituições financeiras não abrem para atendimento. A Febraban lembra que as agências bancárias não funcionam em feriados oficiais, sejam eles municipais, estaduais ou federais. Dessa forma, os bancos não funcionarão nos dias de Natal (25) e da Confraternização Universal (1º/01). A federação orienta a população a utilizar os canais alternativos de atendimento bancário para fazer transações financeiras, como mobile e internet banking, caixas eletrônicos, banco por telefone e correspondentes. Os carnês e contas de consumo (como água, energia e telefone) vencidos no feriado poderão ser pagos, sem acréscimo, no dia útil seguinte. Normalmente, os tributos já estão com as datas ajustadas ao calendário de feriados, sejam federais, estaduais ou municipais. Os clientes também podem agendar os pagamentos das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos próprios caixas automáticos. Já os boletos bancários de clientes cadastrados, como sacados eletrônicos, poderão ser agendados ou pagos por meio do DDA (Débito Direto Autorizado).

13 Dezembro 2019 - 10:33

Novas mensagens comprometem militares, ministros e até Bolsonaro, diz hacker

Foto: Reprodução

Walter Delgatti Neto, o chefe da quadrilha de hackers que invadiu telefones celulares, copiou e divulgou mensagens do então juiz Sergio Moro e de procuradores da República, afirmou que o material já divulgado era “uma pequena amostra” e o que estaria por vir teria potencial muito maior de causar estragos porque também envolveria autoridades fora do universo da Lava Jato, incluindo o presidente da República e ministros do Supremo Tribunal Federal. Em entrevista à revista Veja, Delgatti contou que o grupo invadiu o celular do general Walter Braga Netto, o atual chefe do Estado-Maior do Exército. Entre as mensagens captadas, segundo ele, De acordo com a reportagem, Braga Netto comandou o processo de intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro de fevereiro até dezembro de 2018. Nesse período, de acordo com o hacker, o general recebeu um vídeo de um de seus comandados com o relato da execução sumária de uma pessoa. “Assim que eu abri, vi o homem sendo executado”, contou o hacker. Poderia ser uma dessas imagens de crime que circulam pelas redes sociais? Delgatti afirma que não. As imagens mostrariam que foi o próprio executor quem enviou a mensagem ao general, que teria reagido de maneira singular, repreendendo o subordinado não pela morte, mas por usar o celular durante a operação. Na entrevista, Delgatti também confirma que bisbilhotou as conversas de ao menos um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Para quê? Segundo ele, para mostrar quanto a Corte era parcial nas decisões que envolviam a Operação Lava-Jato. “Tive acesso às mensagens da Cármen Lúcia. A ministra estava num grupo falando sobre a morte do neto do Lula”, diz o hacker, que considerou o comentário impróprio. Procurada, a ministra não se manifestou. A PF já apurou que, antes de estourar o escândalo, Delgatti entrou em contato com a ex-deputada Manuela d’Ávila, do PCdoB, ofereceu as mensagens e disse que o material não só comprometeria a ministra Cármen Lúcia como colocaria em liberdade o ex-presidente Lula. “Procurei a deputada porque sabia que ela era contra a Lava-Jato devido à ideologia”, conta o hacker.“O rapaz matou, gravou e enviou a imagem ao general. Ele xingou. Abre aspas: ‘Usando o celular no combate. Está ficando louco?’. Foi isso que eu vi”, garantiu.uma provaria a ligação do Exército com um assassinato. A PF descobriu que pelo menos oitenta figuras públicas foram alvo dos ataques da quadrilha. Nesse rol estão incluídos o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos. O hacker afirma que as invasões de fato ocorreram. “Tive acesso ao Telegram deles”, diz. Se for condenado, Walter Delgatti poderá ficar preso pelos próximos vinte anos.

11 Dezembro 2019 - 20:05

INSS lança programa para identificar benefícios irregulares

Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional

O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) lançou nesta quarta-feira (11) um programa que visa facilitar a identificação de benefícios irregulares para que pagamentos sejam suspensos. O Programa de Governança e Integridade integra e cruza dados das instâncias administrativas do órgão, como diretorias de governança, auditoria e setores de gestão de pessoas. “Esse novo programa parte da premissa de que tão ou mais importante do que a cessação de benefícios irregulares é a identificação das causas que levaram ao pagamento de forma irregular; a origem do benefício irregular; e por que ele ocorreu”, disse o presidente do INSS, Renato Vieira, durante a solenidade de lançamento. Segundo ele, esse processo de aprendizado permitirá, ao INSS, “uma diminuição gradativa e constante” do número de pagamentos irregulares. Um balanço divulgado no início da semana pelo INSS aponta que 261 mil benefícios foram cancelados ou suspensos em 2019, após um pente fino ter encontrado “indícios de fraude e irregularidades”. “Cada um desses benefícios [cessados] gera um aprendizado institucional para o INSS, no sentido de identificar as razões pelas quais houve o pagamento de benefícios irregulares, para que travas sejam estabelecidas e benefícios irregulares não sejam concedidos no futuro”, acrescentou Vieira. Citando levantamento feito pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Vieira disse que 11% dos benefícios mantidos pelo INSS têm indício de irregularidade. O Sistema de Governança será encabeçado pelo Comitê Estratégico de Governança e auxiliado por seis comitês temáticos: planejamento; gestão da informação; governança digital; integridade; gestão de contratações; e gestão de pessoas. Eles atuarão como instâncias colegiadas de discussão e deliberação de temas críticos. Também será reinstalada a Comissão de Ética do INSS, a quem caberá prevenir e reprimir desvios éticos dos servidores do órgão.

09 Dezembro 2019 - 17:07

Pagamento do 13º salário do Bolsa Família começa nesta terça (10)

Foto: Reprodução/Agência Brasil

O pagamento do 13º salário dos beneficiários do programa do mês de dezembro do Bolsa Família começa nesta terça-feira (10). Segundo o Ministério da Economia, só na Bahia, 1,7 milhões de famílias receberão o benefício. O pagamento vai até o dia 23 e o calendário segue o cronograma regular, conforme o número do NIS do beneficiário. O valor da folha no estado chega a R$ 665.381.556,00, e o valor do benefício em média fica em R$ 380,15. A folha do último mês do ano somou 13.170.607 famílias em todo o país, num valor total de R$ 2.525.746.007. Com o pagamento extra, o valor da folha chega a R$ 5.051.492.014,00. Em 2019, o Bolsa Família fechou o orçamento em R$ 33,6 bilhões. cerca de 10% a mais do que em 2018. Os interessados em receber o Bolsa Família devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O registro pode ser feito nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único. O programa atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais; e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais.

03 Dezembro 2019 - 08:20

Jovens de Paraisópolis morreram por asfixia e trauma na coluna, dizem atestados

Foto : Reprodução / TV Globo

Atestados de óbito de quatro dos nove jovens que morreram no último fim de semana após operação policial em um baile funk em Paraisópolis, na zona Sul de São Paulo, apontam asfixia e trauma na medula como "causa mortis". Os documentos foram obtidos pelo portal UOL, sob a condição de não publicá-los na íntegra. A Polícia Civil afirma que as vítimas morreram pisoteadas ao fim do Baile da DZ7, realizado nas ruas de uma das maiores favelas da cidade.

Os quatro atestados indicam as seguintes causas de morte:

Gabriel Rogerio de Moraes, "asfixia mecânica por 'enforcação indireta'"
Luara Victoria Oliveira, "asfixia mecânica por sufocação indireta"
Mateus dos Santos Costa, "trauma raquimedular por agente contudente"
Bruno Gabriel dos Santos, "a determinar" (aguarda resultado de exames)

Familiares de algumas das vítimas, no entanto, estranham o fato de que não há marcas esperadas por pisoteamento — como feridas ou sangue. Além disso, os advogados Dimitri Sales, presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) e Arnóbio Rocha, coordenador da Comissão de Direitos Humanos da OAB-SP, receberam denúncia de que os corpos das vítimas de Paraisópolis não estavam sendo fotografados pelo IML durante a necropsia. O procedimento é essencial para a realização de cruzamentos de dados e apuração de divergências ou omissões existentes entre os laudos e conclusões da perícia de local. Ainda segundo o UOL, na madrugada de ontem (2), os advogados tentaram falar com o médico responsável pelo plantão do IML Central de São Paulo, onde estavam os corpos de quatro das nove vítimas, que negou-se a atendê-los.