BUSCA PELA CATEGORIA "Economia"

16 Agosto 2018 - 12:23

Mega-Sena pode pagar R$ 7,5 milhões nesta quinta; apostas podem ser feitas até as 19h

Foto: (Patrick Cassiano / Blog Regional)

O concurso 2.069 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 7,5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quinta (16) no município de Coribe, na Bahia. Excepcionalmente, serão três concursos nesta semana, como parte da ”Mega Semana dos Pais”: o primeiro foi na terça (14); o último será no sábado (18). Normalmente, os sorteios ocorrem às quartas e sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50. A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

14 Agosto 2018 - 09:28

Resgate do PIS/Pasep começa hoje

Os trabalhadores de todas as idades que tiverem direito a cotas dos fundos dos programas de Integração Social, o PIS, e de Formação do Patrimônio do Servidor Público, o Pasep, podem sacar seus recursos a partir desta terça-feira (14). O prazo para sacar o benefício vai até 28 de setembro. Têm direito ao saque as pessoas que trabalharam com carteira assinada antes da Constituição de 1988. As cotas são os recursos anuais depositados nas contas de trabalhadores criadas entre 1971, ano da criação do PIS/Pasep, e 1988, como explica o diretor de Assuntos Financeiros do Ministério do Planejamento, Sérgio Calderini. É importante destacar que aqueles que contribuíram após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Para quem é correntista da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, o crédito tem sido disponibilizado desde 8 de agosto. 

04 Agosto 2018 - 17:41

Mega-Sena acumulada pode pagar hoje prêmio de R$ 30 milhões

(Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional)

A Mega-Sena pode pagar hoje (4), o prêmio de R$ 30 milhões a quem acertar sozinho as seis dezenas do prêmio principal. O sorteio do concurso 2.065 será às 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte que está em Catalão, em Goiás. Aplicado na poupança, o prêmio pode render R$ 111 mil mensais, segundo a Caixa.A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país.

26 Julho 2018 - 10:20

Bahia tem maior redução de área destinada à agropecuária no Brasil

Foto : Mateus Pereira/GOVBA

A Bahia teve a maior redução absoluta no país da área destinada à agropecuária entre os anos de 2006 e 2017, conforme estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas. De acordo com o IBGE, o estado passou de 29,581 milhões de hectares para 27,831 milhões de hectares, uma redução de 1,749 milhão de hectares em 11 anos. Também houve decréscimo, no ano passado, na área total destinada a lavouras (somam-se as culturas temporárias e permanentes) nos estabelecimentos agropecuários baianos. A queda de 15,3% em relação a 2006, passou para 4,409 milhões de hectares ante 5,205 milhões de hectares. Com a perda, a Bahia passou da sexta à sétima maior área dedicada a todos os tipos de lavouras entre os estados brasileiros, superada por Goiás. A análise do IBGE aponta também que caiu o número de trabalhadores no segmento. Em 2017, 2,078 milhões de pessoas atuavam no setor, 10,7% menos do que em 2006, quando havia 2,326 milhões. Apesar da queda na população ocupada, o estado se manteve como o maior contingente de pessoas que trabalham no setor. Dados positivos – No ano passado, a Bahia passou o Rio Grande do Sul e assumiu o 1ºlugar no ranking nacional de efetivo de ovinos, 2,860 milhões de cabeças. Na comparação com 2006, o rebanho cresceu 7% e, assim, aumentou a participação no rebanho nacional, de 18,8% para 20,7%.

18 Julho 2018 - 21:00

Vital Energia: Economia em dose dupla!

Foto: Divulgação

Mais um sistema de energia solar em operação e gerando economia na cidade de Livramento de Nossa Senhora . E dessa vez em dose dupla: o sistema instalado pelo médico Dr Alfredo , composto por 28 módulos de energia solar , é capaz de suprir todo o consumo da sua residência e também da clínica CLIMEDI, clínica que conta com diversas especialidades médicas e que, além de prestar serviço de qualidade para todo o público da região, também contribui com o desenvolvimento sustentável da nossa cidade. Entre em contato com a Vital Energia para adquirir um projeto com qualidade e resultado garantido. (77) 9 9875 4408.
 

06 Junho 2018 - 19:16

Governo reduz previsão e passa a estimar salário mínimo abaixo de R$ 1 mil em 2019

Foto: Exame

O governo revisou a estimativa para o salário mínimo em 2019 de R$ 1.002, que havia sido feita em abril deste ano, para R$ 998. A nova previsão, que consta na nota técnica do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias do próximo ano, foi divulgada pela Comissão Mista de Orçamento nesta quarta-feira (06). Atualmente, o salário mínimo, que serve de referência para cerca de 45 milhões de pessoas, está em R$ 954. Com a nova projeção, o aumento previsto para o próximo ano passou a ser de R$ 44. Com a medida, o governo estima que vai deixar de gastar R$ 1,21 bilhão em 2019.

04 Junho 2018 - 14:53

Após 2 altas seguidas, Petrobras anuncia redução de 0,68% no preço da gasolina nas refinarias

Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional

A Petrobras anunciou na manhã desta segunda-feira, 4, a redução do preço da gasolina nas refinarias. De acordo com a estatal, o custo pelo litro do combustível, sem impostos, sairá de 2,0113 reais para 1,9976, queda de 0,68%. O novo preço começa a valer nesta terça-feira, 5. A diminuição ocorre após duas altas seguidas. Na sexta-feira, 1º, a empresa anunciou o aumento de 2,25% no valor da gasolina, que passou a valer no dia seguinte. Na quarta-feira, 30, foi definido um aumento de 0,74% no combustível. O preço do diesel, que recuou 30 centavos desde o dia 23 de maio, no ápice da greve dos caminhoneiros, será mantido em  2,0316 reais por 60 dias. A solução do governo para encerrar a greve dos caminhoneiros – redução do preço do diesel e mudança na periodicidade dos reajustes – precipitou a saída de Pedro Parente da presidência da Petrobras. Quando assumiu o cargo, há dois anos, Parente afirmou que não haveria interferência do governo na política de preços da estatal. Sob sua gestão, a Petrobras registrou no primeiro trimestre de 2018 o primeiro lucro desde a Lava Jato. Para o lugar de Parente, o presidente Michel Temer anunciou Ivan Monteiro, diretor de finanças da Petrobras e considerado o braço direito do antecessor.

25 Abril 2018 - 20:45

Maior Usina Solar de Livramento já está em operação

Foto: Divulgação

A Usina Solar do Hotel Vista da Chapada já está em pleno funcionamento. No último dia 08/04 a Coelba finalizou os procedimentos técnicos e possibilitou que os 86 módulos fotovoltaicos instalados no telhado do hotel pudessem iniciar a produção de energia limpa e sustentável. ‘Foi um projeto desafiador pelo porte e também pela necessidade de realizar obras de reforço na rede da Coelba. Um trabalho árduo, mas que nesse mês de abril, com menos de 20 dias de operação,  já possibilitou uma economia de 50% na conta de energia do Hotel. Economia muito bem vinda em tempos de aumento da tarifa de energia’, comenta o engenheiro eletricista Vitor Gomes, responsável técnico do projeto e proprietário da Vital Energia. ‘Estou muito satisfeita com o projeto até aqui. Vamos agora acompanhar os próximos meses para colher mais resultados positivos’, comenta a proprietária Vivalda Leite. Conheça mais a solução: visite a Vital Energia no centro de Livramento ou entre em contato – [email protected] / (77) 9 9965 8098 / (83) 9 8177 0808

29 Janeiro 2018 - 09:52

Mercado reduz estimativa do PIB de 2018 de 2,7% para 2,66%, diz Banco Central

Foto: Reprodução

O mercado financeiro reduziu a estimativa de crescimento do Brasil em 2018 para 2,66%. Até a semana passada, a projeção do crescimento do Produto Interno Bruto – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país – para este ano era de 2,7%. A estimativa consta do boletim Focus, publicação divulgada nesta segunda-feira (22) no site do Banco Central (BC) com projeções para os principais indicadores econômicos. Há quatro semanas, a expectativa estava mantida em um crescimento de 2,7% para 2018. A projeção do mercado está abaixo do crescimento estimado pelo governo, de 3% para este ano. Já a expectativa para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi mantida em 3,95% para este ano, a mesma estimada na semana passada. O Boletim Focus traz também hipóteses para 2019. Nesta edição, a estimativa de crescimento aumentou de 2,99% para 3%, em relação à última semana. O IPCA foi mantido em 4,25%.

18 Janeiro 2018 - 08:33

Vital Energia: Economia em dose dupla !

Foto: Divulgação

O Sr. José Maria Silva Pereira, proprietário do alambique produtor da cachaça Portal da Chapada (localizado no Sítio Caires) e também do supermercado Minibom (localizado na praça do Hospital) está economizando em dose dupla na sua conta de energia. Com o sistema de energia solar instalado no alambique desde 2016 (primeiro da região), o cliente da Vital Energia está pagando o mínimo em sua conta do alambique e também na conta do supermercado. "O pagamento da taxa mínima é possível nos dois empreendimentos porque os créditos da energia excedente gerada no alambique são utilizados pelo supermercado.  É um mecanismo legal autorizado pela Resolução ANEEL 687/2015 denominado autoconsumo remoto e é mais uma possibilidade de economia que a Vital Energia traz para o público", explica o engenheiro Vítor Gomes. Para maiores informações visite a sede da Vital Energia na Rua Francisco de Paula Lima, 15 - Centro - Livramento ou entre em contato pelos números (77) 9 9965-8098 / (77) 9 9875 - 4408.
 

18 Janeiro 2018 - 07:18

PIS-Pasep: começa pagamento para nascidos em janeiro e fevereiro

Foto: Divulgação

O abono salarial PIS-Pasep, referente ao período de 2017-2018, começa a ser depositado nesta quinta-feira (18). Seguno calendário, os nascidos entre janeiro e junho receberão o PIS no 1º trimestre de 2018. Já quem nasceu nos meses de julho a dezembro receberam o benefício ainda no ano de 2017.  Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 29 de junho de 2018, prazo final para o recebimento. Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2016.

 

05 Janeiro 2018 - 18:28

VITAL ENERGIA: REDUZA A CONTA DE ENERGIA JÁ !

Foto: Divulgação

Que tal começar o ano pagando o mínimo de energia elétrica  e economizando um bom dinheiro ? Pois está sendo assim o início de ano de um dos clientes da Vital Energia ! Com o sistema instalado e em funcionamento desde novembro de 2017, o cliente Jorge Timbo recebeu a sua conta de energia mais recente no valor de R$ 20,85 (valor mínimo para clientes monofásicos) , economizando em apenas um mês a quantia de R$ 192,84 ! Venha para o mundo da economia e sustentabilidade. Visite a sede da Vital Energia na Rua Francisco de Paula Lima, 15, Centro ou entre em contato pelos telefones (77) 9 99658098 / 9 98754408.

06 Dezembro 2017 - 08:26

Tarifa branca, que vai baratear conta de luz, entra em vigor em janeiro

Foto: Patrick Cassiano | Bahia Verdade

A partir do dia 1º de janeiro de 2018, começa a valer a chamada “Tarifa Branca” - nova modalidade de tarifa para pagamento de energia elétrica que vai baratear a conta para quem consumir energia fora dos horários de pico. Dessa data em diante, os consumidores interessados vão poder aderir à tarifa. A novidade é válida para distribuidoras de energia de todo país. O consumidor interessado é quem deve pedir adesão à tarifa e a distribuidora precisa trocar o medidor. Inicialmente, a tarifa só estará disponível para quem consome acima de 500 kWh por mês. Em 2019, para quem consome menos que isso e, em 2020, para todos os consumidores brasileiros. A cobrança mais cara ou mais barata vai depender dos horários de consumo. O período mais caro vai das 18h às 21h. O intermediário vai das 17h até as 18h e das 21h às 22h.  Fora dessas faixas, a energia terá um preço menor. Nos feriados e finais de semana, a energia será mais barata em qualquer horário. Segundo reportagem do Jornal Nacional, as distribuidoras de energia estão preocupadas com a nova modalidade e afirmam que poderão ter prejuízo com a medida, que entra em vigor em janeiro.
 

17 Novembro 2017 - 12:45

Inflação do país nos últimos 11 anos pesou mais no bolso do pobre, diz Ipea

Foto: Reprodução

No período entre julho de 2006 e setembro de 2017, a inflação foi mais pesada para a população de renda mais baixa. Dados analisados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e publicados na nota técnica sobre Inflação por Faixa de Renda indicam que, no período, enquanto a inflação ficou em 102% para quem tem renda mais baixa, registrou 86% para os de renda mais alta. Os dados foram divulgados ontém (16) pelo órgão, durante uma coletiva na sede, no centro do Rio. A técnica de planejamento e pesquisa da Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea, Maria Andréia Parente Lameira, destacou que, neste período, houve uma influência grande dos alimentos. “Neste tempo de 10, 11 anos, mesmo tendo uma queda recente [no preço] de alimentos, a gente teve pelo menos dois choques fortes de alimentos, que jogaram a inflação lá para cima, e isso, de fato, pesou muito mais nas famílias de renda mais baixa”, disse. 

Mas, no processo de desinflação recente, a análise apontou que, apesar de generalizado, as famílias de menor poder aquisitivo foram beneficiadas de forma mais intensa. Em outubro, a inflação acumulada em 12 meses dessas famílias teve alta de 2%, enquanto que, para o segmento da população mais rica, ficou em 3,5%. O percentual das famílias de renda mais baixa também foi influenciado pelos alimentos, mas dessa vez pelo recuo dos preços. Nessa faixa, o peso na cesta de consumo é de 29%, bem maior do que o que incide na faixa mais alta, que é de 10%. Para o segmento econômico mais alto, o peso maior ocorreu em outros segmentos que apresentam variações mais altas e maior rigidez à baixa, como mensalidades escolares e planos de saúde, que impedem uma queda mais acentuada na inflação do grupo. Segundo a pesquisadora, nos planos de saúde e em serviços médicos, os mais pobres gastam aproximadamente 1,5%, já para os mais ricos, a despesa sobe para quase 7%. Em educação, a diferença é ainda maior. Enquanto os mais pobres gastam 2%, os mais ricos, 10%. “Isso quer dizer que, quando tem uma alta muito elevada em mensalidade escolar, isso vai bater muito forte na inflação dos mais ricos, mas, em compensação, praticamente não vai influenciar a dos mais pobres”, explicou. Ainda de acordo com a economista, quando ocorre um choque na oferta dos alimentos, o que faz com que os preços subam, o impacto nas famílias mais pobres é muito maior do que as mais ricas. “Essa diferença na composição dos gastos das famílias é que vai ditar o porquê de a inflação ser diferente nessas classes”, afirmou. A avaliação indicou ainda que, para os próximos meses, diante da expectativa de aceleração nos preços dos alimentos, é provável que a inflação das classes de renda mais baixa volte a apresentar taxas mais elevadas. Maria Andréia lembrou que, em outubro, houve uma aceleração generalizada da inflação conforme o IPCA. “Isso mostra que a dinâmica pode mudar mês a mês, dependendo de como as variações vão mudando. De repente, o que está aumentando mais em um mês vai impactar menos uma faixa do que a outra”, completou.

CONTINUE LENDO

16 Novembro 2017 - 18:24

PIB da Bahia caiu 3,4% em 2015, aponta IBGE

Foto: Reprodução

O PIB (Produto Interno Bruto) da Bahia para o ano de 2015 foi de R$ 245,02 bilhões, dos quais R$ 215,97 bilhões equivalem a valor adicionado bruto (renda líquida gerada pelas atividades econômicas) e R$ 29,05 bilhões são referentes aos impostos, líquidos de subsídios, sobre produtos. Com esse resultado, a economia baiana mostrou recuo de 3,4% entre 2014 e 2015, a 11ª queda mais intensa entre os 27 estados e a maior retração da série histórica disponível (desde 2002). Antes disso, o PIB da Bahia só havia caído 0,3% em 2009. Em 2015, o IBGE registrou recuos tanto no PIB nacional (-3,5%) quanto em todos os 27 estados. Foi a primeira vez que isso ocorreu desde 2002, quando se iniciou a série das Contas Regionais. Embora tenha tido o 11º recuo mais intenso entre as 27 unidades da Federação, a Bahia teve o segundo maior ganho de participação no PIB brasileiro, de 3,9% em 2014 para 4,1% em 2015 (+0,2 ponto percentual), empatada com São Paulo, Distrito Federal e Rio Grande do Sul.