BUSCA PELA CATEGORIA "Educação"

10 Abril 2017 - 11:52

Taxa de inscrição do Enem sobe 20%

Foto: Reprodução

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) terá aumento de 20,6% neste ano na taxa de inscrição, que passará a ser de R$ 82. Em 2016, a taxa foi de R$ 68. O valor consta no novo edital com as regras do exame divulgado nesta segunda-feira (10) no "Diário Oficial" da União. Responsável pela organização do Enem, o Inep (instituto do Ministério da Educação) atribui o aumento da taxa à ausência de reajuste entre 2004 e 2014 e ao valor inferior às despesas com a prova nos dois anos seguintes. "Não tivemos nenhum aumento nos anos anteriores, e por isso fizemos a correção agora. Mesmo com esse valor de R$ 82, o governo ainda deve complementar o investimento", diz Eunice Santos, diretora de gestão e planejamento do Inep. Segundo o edital, as inscrições para o Enem iniciam em 8 de maio e seguem até o dia 19. Além da taxa, a nova edição terá mudanças no processo de inscrição e no modelo de realização das provas. Pela primeira vez, o Enem deve ocorrer em dois domingos, 5 e 12 de novembro, e não mais em um só fim de semana.
 

06 Abril 2017 - 14:49

Provas da seleção REDA na Educação serão realizadas no dia 7 de maio

Foto: Claudionor Junior

A Secretaria da Educação do Estado adiou para o dia 7 de maio a aplicação dasprovas para o Processo Seletivo Simplificado visando a contratação, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), de professores e profissionais da Educação. As provas estavam previstas para este domingo (9). Os locais da prova serão informados no cartão de convocação do candidato, disponibilizado no site www.ibrae.com.br . De acordo com a portaria publicada, nesta quinta-feira (6), no Diário Oficial, as provas serão aplicadas no turno matutino, das 8h às 12h, para as funções de professor da Educação Profissional, preceptor de estágio Enfermagem, técnico de Atendimento Educacional Especializado, tradutor/Interprete de Libras, cuidador educacional, braillista, instrutor de Libras, professor, por segmento da Educação e o do técnico de nível médio/mediador. No turno vespertino, das 14h às 18h, serão realizadas as provas para professor da Educação Básica, da Educação Básica no Campo e Professor Indígena. Vagas - A seleção visa a contratação de 2.483 professores da Educação Básica, Educação no Campo e mais 215 vagas para professor Indígena. O processo seletivo também envolve 961 vagas para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec). São ofertadas, ainda, 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a técnicos de Atendimento Educacional Especializado, tradutor/intérprete de Libras, cuidador educacional, braillista e instrutor de Libras.

21 Março 2017 - 06:58

Servidores administrativos da UESB e da UEFS fazem paralisação de 5 dias

Foto: Divulgação | Blog do Anderson

Servidores administrativos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), em Vitória da Conquista, e da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), paralisaram as atividades na manhã de segunda-feira (20). De acordo com informações dos sindicatos que representam os docentes das duas instituições de ensino, as mobilizações devem seguir até a sexta-feira (24). Em Vitória da Conquista, os servidores reivindicam, entre outras coisas, reposição salarial com base na inflação, adicional de insalubridade, valorização do servidor público e protestam contra as reformas trabalhistas e da Previdência do governo federal. Pela manhã, eles se mobilizaram na entrada da universidade. Já em Feira de Santana, a categoria pede aumento de salário e outros benefícios, como reajuste do vale alimentação, além da progressão de carreira. Ainda pela manhã, os trabalhadores também se mobilizaram em frente à instituição e algumas aulas foram suspensas. Serviços oferecidos pela universidade à população, como o atendimento odontológico, foram mantidos. Em nota, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC-BA) informou que as progressões funcionais não podem ser concedidas porque o estado já atingiu o imite máximo de despesas com pessoal estabelecido pela lei de responsabilidade fiscal.

13 Março 2017 - 16:40

Escola Municipal Dona Tina inicia ano letivo em Livramento

Foto: Divulgação

Na manhã dessa segunda-feira (13), teve inicio o ano letivo da Escola Municipal Dona Tina. Os alunos e visitantes foram recepcionados pelo diretor Prof. Marcílio Rubem, e pela vice-diretora Profª Patrícia Meira. O pátio da escola ficou repleto, além dos alunos, direção da escola, professores e servidores estiveram presentes o prefeito Ricardo Ribeiro, o secretário de educação, representante do Conselho Tutelar, pais e familiares dos alunos. A vice-diretora Profª Patrícia Meira, iniciou o ano letivo dando as boas vindas a todos, falando que foi escolhida para abrir a reunião por ter lecionado na Escola Estadual Dona Tina e agora, ser a vice-diretora, do turno matutino da Escola Municipal Dona Tina, apresentou o novo diretor Prof. Marcílio Rubem, que assumiu a condução da reunião, os alunos cantaram o Hino Nacional, logo após, o diretor convidou a Coordenadora Educacional Profª Elisângela, para apresentar os novos professores da escola, foi escolhido um corpo docente com muitos anos de experiência e todos com licenciatura/graduação nas matérias que lecionam. A Escola Municipal Dona Tina,  atende aos alunos do Ensino Fundamental II (5ºao 9º ano), EJA (jovens maiores de 18 anos), apenas no turno da noite e EIXO (jovens de 14 a 18 anos), estes dois últimos sob responsabilidade do estado, mas assumidos pelo município pois os alunos já se encontravam matriculados. São aproximadamente 500 alunos nos três turnos de ensino.

Escola Municipal Dona Tina inicia ano letivo em Livramento

 

Nova Direção e Corpo Docente da Escola Municipal Dona Tina


Diretor - Prof. Marcílio Rubem (lic. em Geografia)
Vice-diretora – matutino – Profª Patrícia Meira (lic. em Letras)
Vice-diretor – vespertino – Prof. Tadeu de Castro (lic. em Matemática)
Coordenadoras educacionais – Profª Mariluze Matias (grad. Pedagogia) e Profª Elisângela Barbosa (grad. Pedagogia)
PORTUGUÊS
Profª Arlete Aguiar (lic. em Letras, com pós em Literatura, também leciona informática)
Profaª Núbia Amorim (lic. em Letras)
Prof. Edílson Miranda (lic. Letras Vernáculas)
Prof. Edilúcio Aguiar (lic. Letras)
MATEMÁTICA
Profª Maria de Fátima (grad. em Matemática)
Profª Elisvânia Bomfim (grad. em Matemática)
Profª Marilza Matias (grad. em Matemática)
INGLÊS
Profª Maria Elizabete Gil (grad. em Letras e cursou por 5 anos o CCAA)
HISTÓRIA
Profª Nildete Vasconcelos (grad. em História)
Profª Marilene Almeida (lic. História)
GEOGRAFIA
Profª Gleide Mara Nascimento (grad. em Geografia)
Prof. Raimundo do Livramento (lic. Geografia e Pedagogia)
ARTES E CIÊNCIAS
 Prof. José Alves (grad. em Matemática, Pedagogia e graduando em Artes, conclusão 08/2017)
CIÊNCIAS
Prof. Samuel Aguiar (grad. Biologia)
Prof. Evandro Silva (grad. Biologia)
EDUCAÇÃO FÍSICA
Wilson Novais (lic. Educação Física e Pedagogia)

CONTINUE LENDO

13 Março 2017 - 07:07

Inscrições para Processo Seletivo da Educação terminam nesta segunda

Foto: Reprodução

As inscrições para o processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Educação para contratação de pessoal, por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), se encerram nesta segunda-feira (13). A seleção está oferecendo vagas para as funções de professor da Educação Profissional e de preceptor de estágio de Enfermagem das unidades escolares da rede estadual, conforme edital nº 006/2017. Também estão sendo ofertadas vagas para as funções de apoio administrativo, técnico pedagógico a discentes com deficiência das unidades escolares, relacionadas ao edital Nº 007/2017 e para a função de professor para vagas temporárias decorrentes dos afastamentos dos professores titulares das unidades escolares, conforme o edital nº 008/2017. Ao todo, há 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a Técnicos de Atendimento Educacional Especializado, Tradutor/Intérprete de Libras, Cuidador Educacional, Braillista e Instrutor de Libras.

11 Março 2017 - 15:00

Estudantes poderão concorrer a vagas não preenchidas do Fies a partir do dia 20

Foto: Divulgação

Estudantes interessados em obter financiamento estudantil poderão concorrer a partir do dia 20 deste mês às vagas não preenchidas no processo seletivo do primeiro semestre do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As inscrições deverão ser feitas exclusivamente na página do Sistema de Seleção do Fies, o FiesSeleção, na internet. Neste semestre, o Fies ofereceu 150.538 vagas para 1.599 instituições, abrangendo 29.293 cursos. O Ministério da Educação (MEC) ainda não informou quantas são as vagas remanescentes, uma vez que o processo regular ainda não foi finalizado. Estão abertas até dia 17 as inscrições da lista de espera. As vagas remanescentes são voltadas para candidatos que tenham participado de alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2010, obtido nota mínima de 450 pontos nas provas e não ter tirado nota zero na redação. Além disso, é necessário comprovar renda familiar mensal bruta per capita de até três salários-mínimos. Podem participar da seleção inclusive aqueles que já tentaram o financiamento pelo processo seletivo regular e não obtiveram sucesso.

18 Fevereiro 2017 - 17:04

Governo federal aumenta repasses do salário-educação em 7%

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação anunciou hoje o aumento de 7% do repasse dos recursos do salário-educação para municípios, estados e Distrito Federal em relação a 2016. No ano passado, o repasse foi R$ 11,71 bilhões e deve chegar a R$ 12,53 bilhões este ano, segundo informações do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O salário-educação é uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos. Do valor arrecadado, 90% vai para a cota estadual/municipal (2/3) e para a cota federal (1/3), e 10% devem serem utilizados pela autarquia em programas e ações voltados à educação básica. “O salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e desenvolvimento do ensino no país, ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação [Fundeb]”, disse o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro.

17 Fevereiro 2017 - 21:02

Propaganda disfarçada: governo paga youtubers para elogiar reforma

Foto: Reprodução

Em uma publicidade do Ministério da Educação (MEC) disfarçada, o governo pagou R$ 65 mil para o canal do YouTube "Você Sabia" falar bem da reforma do ensino médio. O vídeo "tudo que você precisa saber sobre o ensino médio" já conta com mais de 1,6 milhão de visualizações. O canal dos jovens youtubers Lukas Marques e Daniel Molo tem cerca de 7,1 milhões de assinantes. No vídeo publicado em 31 outubro de 2016, eles falam sobre os benefícios das mudanças propostas pela reforma. "Com esse vídeo você aí deve estar dando pulo de alegria. Se eu tivesse que fazer o ensino médio e soubesse dessa mudança eu ficaria muito feliz", afirma um deles. Em nenhum momento os apresentadores indicam se tratar de um conteúdo pago. Eles ainda contam que resolveram falar sobre o assunto porque têm notado que há muitas dúvidas sobre o assunto. "A gente achou o tema bastante interessante, uma galera [estava] discutindo nas redes sociais, e então falamos: deixa com nós que a gente explica direitinho", diz um dos jovens.

16 Fevereiro 2017 - 14:04

Divulgadas mudanças nas regras do Fies

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) publicou na edição desta quinta-feira (16), no Diário Oficial da União (DOU) portaria que altera normas que regulam o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Dentre as mudanças, agora as empresas do setor poderão deduzir no cálculo dos encargos educacionais "deságios mínimos a partir do valor das mensalidades, semestralidades ou anuidades com desconto, conforme definição de portaria normativa do MEC a cada processo seletivo". Pela regulamentação anterior, a dedução nas mensalidades, semestralidades ou anuidades só alcançava descontos regulares e de caráter coletivo oferecidos pela instituição, incluindo os concedidos em virtude de pagamento pontual. A portaria também define novos parâmetros para o valor dos encargos educacionais de acordo com o comprometimento da renda familiar do aluno. A tabela estabelece, por exemplo, que, no casos de alunos com renda igual ou inferior a meio salário mínimo, o desembolso marginal é de 15% e o desembolso efetivo também de 15%. Para aquele estudante com renda de 1 a 1,5 salário, o valor marginal é de 38% e o efetivo de 26,50%. Para quem tem renda superior de 2,5 a 3 salários mínimos, o comprometimento marginal ficou em 72,50% e o efetivo em 43,75%.

15 Fevereiro 2017 - 15:08

52% dos aprovados na 1ª chamada da Unicamp são da rede pública

Foto Reprodução

Pelo segundo ano consecutivo, a primeira chamada do vestibular da Unicamp tem mais da metade dos convocados da escola pública. Neste ano foram 52%, ou 1.720 candidatos, segundo a universidade estadual de Campinas (SP).O percentual de 2016 foi de 51,9%. Para o coordenador executivo da Comissão Permanente Para os Vestibulares da Unicamp, Edmundo Capelas de Oliveira, os resultados dos dois anos consolidam mudanças feitas em 2015 no Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Afirmativa para Inclusão Social (PAAIS). Naquele ano, os alunos da rede pública passaram a ter bônus nas notas das duas fases do vestibular, e não só na primeira, como antes. “Não tenho dúvidas que isso consolidou”, ressalta o coordenador. Com a fórmula atual, os vestibulandos recebem 60 pontos na primeira fase e 90 pontos na segunda fase. De acordo com votação no Conselho Universitário (Consu), a Unicamp deveria ter atingido a marca de 50% de alunos da rede pública aprovados na 1ª fase em 2017, o que ocorreu.

14 Fevereiro 2017 - 12:00

Educação: Resultado do Fies já está disponível para consulta de estudantes na internet

(Foto: Bahia Verdade)

O resultado da seleção do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o primeiro semestre de 2017 já está disponível. A lista de pré-selecionados na chamada regular pode ser consultada no site do programa. Os estudantes não pré-selecionados foram automaticamente incluídos na lista de espera. Os pré-selecionados terão de amanhã (14) ao dia 20 para concluir a inscrição no Sistema de Financiamento ao Estudante. Para os que ficaram na lista de espera, o prazo é até o dia 3 de março. A pré-seleção dos estudantes assegura apenas a expectativa de direito às vagas. A contratação do financiamento dependerá da conclusão da inscrição no SisFies e do cumprimento das demais regras e procedimentos do programa. Cabe aos estudantes consultar os resultados e cumprir os prazos estabelecidos. O Fies oferece financiamento de cursos em instituições privadas de ensino a uma taxa efetiva de juros de 6,5% ao ano. Neste semestre, o governo reduziu o teto do financiamento aos estudantes e o limite mensal passou de R$ 7 mil para R$ 5 mil. O candidato deve ter renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa. O percentual de financiamento é definido de acordo com o comprometimento dessa renda. Nesta edição, são ofertados 150 mil financiamentos, com prioridade aos cursos de engenharias, formação de professores e áreas de saúde. O programa valoriza também os cursos com melhores índices de qualidade em avaliações do Ministério da Educação. Participaram do processo seletivo aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtiveram pelo menos 450 pontos na média das provas e não zeraram a redação.

10 Fevereiro 2017 - 19:30

Seminário debate papel das Universidades na Educação Básica

Foto divulgação

A atuação das universidades públicas na educação básica foi a tônica da abertura solene do VI Seminário Baiano de Licenciaturas (SBL), realizado nesta quinta-feira (09/02), na Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), em Barreiras. O encontro, que reúne estudantes, educadores e gestores das Instituições de Ensino Superior públicas, acontece até sábado (11) e busca reforçar o compromisso das universidades com a Educação Básica, avaliando as políticas e práticas dos cursos de licenciaturas na Bahia. “Enquanto universidades, precisamos repensar os cursos de formação de professores, as formações iniciais e continuadas e qual o nosso papel diante da educação básica. Fico feliz em ver que estamos discutindo a educação pública, buscando a melhoria da formação no contexto da profissionalização docente”, afirmou a pró-reitora de Graduação e Ações Afirmativas e coordenadora-geral do SBL, Anatália de Oliveira. Vice-presidente do Fórum Permanente de Apoio à Formação Docente (Forprof) e diretor-geral do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Severiano Alves reforçou o coro sobre a necessidade de potencializar a formação continuada. “Neste sentido buscamos elaborar uma política de formação, que seja capaz de contemplar todas as regiões de nosso Estado e queremos o apoio das universidades para realizarmos este projeto”, disse Severiano, fazendo referência à Política de Formação dos Profissionais da Educação Básica, apresentada no dia anterior a educadores e gestores da região. O Evento ainda levantou a preocupação dos educadores quanto ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Segundo a reitora da Ufob, Iracema Veloso, é preciso criar ações que reforcem a importância do Pibid. “Se for para repensar o programa, que sejamos nós, os educadores e gestores que façamos isso. Também precisamos criar um mecanismo para avaliar os resultados do programa e seu impacto nas escolas”, afirmou a reitora. 

10 Fevereiro 2017 - 11:00

Morador de rua passa em 2º lugar em curso de Administração da UFRN

Foto: Reprodução

Mário Batista da Cruz Júnior, de 34 anos, é morador de rua e trabalha como vendedor ambulante. Há alguns meses, decidiu voltar a estudar, fez a prova do Enem e conseguiu ser aprovado em segundo lugar para o curso de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “Para mim foi uma grata surpresa”, comenta Mário, que se matriculou esta semana no curso. Hoje, ele dorme todos os dias no Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) de Parnamirim, na Grande Natal, mas pretende conseguir uma vaga na residência universitária. Mário precisa chegar todos os dias no início da tarde para garantir uma das 26 vagas do Centro Pop. Lá, além de poder tomar banho, comer e dormir, ele tem atendimento social, jurídico e psicológico e pode participar de atividades pedagógicas. “Vale a pena a gente investir, e acreditar, e oferecer essa oportunidade aos moradores de rua”, afirma Elienai Cartaxo, secretária de Assistência Social do município.

10 Fevereiro 2017 - 09:04

Sem investimento, reforma do ensino médio pode piorar desigualdade, dizem especialistas

Foto: Reprodução

Entre as preocupações levantadas pelos especialistas estão o risco de que o novo texto abra um precedente para a privatização de parte das atividades pedagógicas, e que, caso não haja um trabalho de formação específico no ensino fundamental 2, os estudantes podem sair prejudicados caso não estejam preparados para definir um "itinerário formativo" no início do ensino médio, quando eles têm, em geral, 15 anos, e podem não estar preparados para tomar essa decisão. Para o conselheiro nacional da Educação Cesar Callegari, a reforma tem, ao mesmo tempo, partes positivas e problemas graves. Callegari diz que a proposta da flexibilização é boa, porém, há cinco anos, o governo criou o programa Ensino Médio Inovador com objetivo parecido e ele “empacou” por falta de recursos. Por isso, para a reforma sair do papel, é necessário investimento.

Bahia Verdade

09 Fevereiro 2017 - 18:00

Homem morre enquanto malhava em academia de Livramento

Foto: Bahia Verdade

Aparecido Silva Pires, 32 anos, morreu enquanto malhava dentro de uma academia localizada no cento de Livramento de Nossa Senhora. O fato aconteceu na tarde desta quinta-feira (09). De acordo com informações obtidas pelo Bahia Verdade, o homem fazia exercícios em uma esteira quando sofreu um infarto. Testemunhas disseram que tentaram reanimar a vitima e acionaram o serviço de atendimento móvel de urgência SAMU 192, que ao chegar ao local deram sequência aos procedimentos e encaminhado para o Hospital Municipal, porém a vitima não resistiu e veio a óbito. Aparecido era conhecido como Deca, e residia na comunidade de Santa Cruz “Boi”, zona rural de Livramento.