BUSCA PELA CATEGORIA "Polícia"

28 Novembro 2016 - 16:01

Operação Vigilante: Vice-prefeito eleito de Malhada de Pedras Adriano Paca é preso pela Polícia Federal

Adriano Paca (Esq) ao lado do prefeito de Malhada de Pedras Valdeci Bezerra o Ceará (dir). (Foto: Reprodução | Facebook)

O vice-prefeito eleito de Malhada de Pedras, Adriano Paca, foi preso na pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (28). Adriano estava foragido desde a última sexta-feira (25), quando foi deflagrada a operação Vigilante pela Polícia Federal (PF) e pela Controladoria-Geral da União (CGU). Ele será encaminhado à sede da Polícia Federal para prestar depoimentos e posteriormente ao presídio Nilton Gonçalves em Vitória da Conquista, onde o prefeito de Malhada de Pedras, Valdecir Alves Bezerra, o Ceará, também está detido. Eles são acusados de participar de um esquema de desvio de verbas do transporte escolar. O rombo é estimado em mais de R$ 3 milhões.

25 Novembro 2016 - 12:40

Malhada de Pedras: Prefeito é preso e prefeita eleita é conduzida em ação da PF

(Foto: Bahia Verdade)

O prefeito atual de Malhada de Pedras, no Sertão Produtivo, Valdercir Alves Bezerra, o Ceará (PT), foi preso, e a prefeita eleita do município, Terezinha Baleeiro Santos (PP), foi conduzida coercitivamente em uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta sexta-feira (25). Eles foram alvo da operação Vigilante, da PF com a Controladoria-Geral da União (CGU), que investiga fraudes em verbas do transporte escolar. O vice-prefeito eleito, Adriano Paca, está foragido, e o ex-prefeito da cidade, Ramon Santos (PP), marido de Terezinha Santos também foi conduzido coercitivamente. Conforme o delegado da PF Rodrigo Kolbe, as irregularidades partiam de valores pagos à empresa de propriedade do irmão do vice-prefeito. Ainda segundo o delegado, os valores pagos à prestadora eram acima de somas normais, sendo que em alguns casos se pagava o dobro. “Em outras, sequer era feito o transporte na região”, informou Kolbe em entrevista. O rombo apurado chega a ser mais de R$ 3 milhões. Ao todo, foram cumprido dois mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, oito conduções coercitivas, três medidas cautelares e 15 mandados de busca e apreensão. Além de Malhada de Pedras, as ações ocorreram em Salvador, Alagoinhas, Itagibá, e São José do Jacuípe. Após o cumprimento dos mandados, os acusados presos foram encaminhados ao Conjunto Penal de Vitória da Conquista e vão ficar à disposição do Tribunal Federal da 1ª Região, em Brasília. 

25 Novembro 2016 - 08:42

Polícia Federal e CGU combatem fraudes em municípios do Sudoeste Baiano

(Foto: Reprodução | Destaque Bahia)

A Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União deflagram na manhã desta sexta-feira (25), a Operação Vigilante, visando desarticular um esquema engendrado para desviar recursos federais destinados ao transporte escolar. Cerca de 75 Policiais Federais e 09 Auditores da CGU cumprem 2 mandados de prisão preventiva, 02 mandados de prisão temporária, 08 conduções coercitivas, 3 medidas cautelares diversa da prisão e 15 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Malhada de Pedras, Salvador, Alagoinhas e Itagibá e São José do Jacuípe, todos na Bahia. Durante as investigações foram identificadas fraude na licitação, com direcionamento, para contratação de empresa vinculada aos gestores municipais, superfaturamento mediante a adulteração da quilometragem das linhas percorridas, e cobrança pela prestação de serviço de transporte, em dias sem atividade escolar. Em alguns casos, a quilometragem cobrada era mais do que o dobro da distância real percorrida. As empresas envolvidas no esquema receberam mais de 6 milhões de reais do Município de Malhada de Pedras, dos quais, estima-se que pelo menos 3 milhões tenham sido desviados. Os envolvidos devem responder pelos crimes de responsabilidade de prefeitos (Art. 1º, I do Decreto-Lei 201/67), fraude em licitação (Art. 90, da Lei 8.666/67), organização criminosa (Art. 2º da Lei 12.850/13), além de ato de improbidade (Lei nº 8.429/1992). O nome da Operação, tem duplo significado: primeiro, deriva do nome da empresa utilizada pela organização criminosa, que em tupi, significa vigilante; segundo, uma alusão aos órgãos de controle, que estão vigilantes quanto aos desvios de recursos públicos.

24 Novembro 2016 - 16:06

Em Jequié, mulher é presa pela PRF com quase 10 kg de cocaína

(Foto:PRF/Divulgação)

Na manhã dessa quinta-feira (24), Policiais Rodoviários Federais (PRF’s) prenderam uma mulher levando aproximadamente 10 quilos de cocaína em um ônibus. A ação ocorreu por volta das 10h30, no KM 677 da BR 116, trecho de Jequié. Durante abordagem a um ônibus de transporte interestadual de passageiros, linha Brasília/DF – Valença/BA, os policiais realizaram a fiscalização no interior do veículo e encontraram, no compartimento superior de bagagens, dez tabletes de substância análoga à cocaína dentro de uma mochila preta, totalizando 9,690 quilos da droga. Uma passageira foi identificada como proprietária da mochila que continha o entorpecente, a qual relatou que pegou a droga em Goiânia/GO, onde embarcou, e entregaria na cidade de Jequié, recebendo uma quantia em dinheiro pelo transporte do ilícito. Após a prisão da mulher pela PRF e encaminhamento à Delegacia de Polícia Civil de Jequié, os policiais deslocaram-se até o local onde a traficante entregaria a cocaína e conseguiram prender o homem que receberia a droga.

Em Jequié, mulher é presa pela PRF com quase 10 kg de cocaína

(Foto:PRF/Divulgação)

Bahia Verdade

24 Novembro 2016 - 15:44

Em Livramento, homem que roubava mulheres é preso pela PM

(Foto: Divulgação | Policia Militar)

Na tarde desta quinta-feira (24), Policiais da 46ª CIPM – Companhia Independente de Policia Militar realizaram a prisão de Mateus dos Santos costa, 22 anos, acusado de cometer vários roubos a transeuntes, a maioria mulheres, ocorridos na via que liga o Bairro Estocada ao Bairro Polivalente. No momento da prisão, Mateus que é morador do Bairro Benito Gama se preparava para fazer nova vitima. Segundo a PM, o acusado teria confessado que ele era quem praticava os roubos naquela região. Mateus foi encaminhado a Delegacia de Polícia juntamente com uma vitima e testemunha.