BUSCA PELA CATEGORIA "Polícia"

06 Dezembro 2017 - 18:51

Homem é preso suspeito de matar mulher a tiros enquanto ela dormia

Foto: Divulgação | Polícia Civil

Uma mulher de 26 anos foi morta a tiros dentro de casa na cidade de Itamaraju, região sul da Bahia, e, segundo a polícia, o suspeito do crime é o marido dela Wilson de Jesus Silva, que foi preso em flagrante no final da tarde de terça (5). Edinalva Barbosa dos Santos foi enterrada na manhã desta quarta (6). De acordo com a polícia, a vítima foi assassinada com diversos tiros na cabeça na noite de segunda (4), enquanto dormia. Na residência do casal, a polícia encontrou duas espingardas, que podem ter sido usadas no crime. As investigações começaram e quatro pessoas já foram ouvidas. O suspeito está na delegacia de Itamaraju e deve ser transferido para o Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, quando o flagrante for concluído. Edinalva deixa três filhos de outro relacionamento.

06 Dezembro 2017 - 12:34

Ipupiara: Em carro apreendido com placa de SP polícia localiza explosivos

Foto: Divulgação SSP

Dois veículos com placa do estado de São Paulo abandonados em uma estrada vicinal, no município de Ipupiara, chamaram a atenção de policiais da 29ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Seabra) e da Companhia Independente de Policiamento Especializada (Cipe) Chapada. Dentro de um deles, na manhã de domingo (3), as guarnições encontraram explosivos e assessórios usados por quadrilhas especializadas em roubo a banco. Foram encontrados nos veículos modelos Corsa GSL, cor verde, placa BYN 6543, e Fiat Ideia, cor prata, placa CYX 6469, ambos roubados, quase três explosivos, 25 metros de cordão detonantes, estopim e detonadores. De acordo com o comandante da 29ª CIPM, capitão PM Nelson Normando Júnior, o material deveria ser utilizado em ataques a bancos na região. “Estamos com policiamento noturno reforçado para prevenir qualquer ato criminoso no município”, garantiu. O material foi encaminhado para a Delegacia Territorial (DT/Seabra) que investigará a origem.

05 Dezembro 2017 - 23:04

Operação conjunta prende 18 ladrões de gado nos municípios de Malhada e Carinhanha

Foto: Divulgação SSP

Dezoito pessoas foram capturadas, na manhã desta terça-feira (5), durante a operação 'Boi Branco', executada conjuntamente pelas polícias Civil e Militar nos municípios de Malhada e Carinhanha. Todos são acusados de furto de gado em Carinhanha, na região do Vale do São Francisco. Jocivaldo Ferreira dos Santos, o 'Joca', Euder Ribeiro da Silva, o 'Dinho', e Maurício Moraes Ribeiro, estes dois últimos envolvidos em assaltos a bancos no interior do estado, foram presos preventivamente. A polícia, que também apreendeu quatro motos com suspeita de adulteração, uma espingarda calibre 32 e uma pequena quantidade de droga, cumpriu ainda mandados de prisão temporária contra Rafael Raimundo Ferreira de Macedo, o 'Dão de Cola', Sérgio Evangelista Sales, Lucas dos Santos Martins, José Cardoso da Silva, o 'Zezinho', Marcos Batista, Amós da Rocha Ribeiro, o 'Amós de Marcelo', Cleicimário Coelho Nascimento, o 'Cacá', Josafá Saraiva Primo, o 'Lu do Mercadinho Avistão', Neuraci Pereira dos Santos, Paulo César Gonçalves de Souza, o 'Cezinha', Agnaldo Silva Moreira, o 'Dal', Etelvir de Jesus Brito e Vitorino Amaral de Brito, o 'Zinho'. Os criminosos integravam vários bandos investigados desde 2014, segundo revelou o coordenador da 22ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Guanambi), delegado Clécio Magalhães. “Eles estão ligados a mais de 30 ocorrências de furto de gado. Entravam nas propriedades rurais e levavam os animais, fato percebido, muitas vezes, somente dias depois”, explicou. A 22ª Coorpin apura a participação de receptadores, dentre eles a de Francisco Pereira Barros, o 'Chico do Açougue', já preso. Ele adquiria os animais, os matava e revendia a carne. Além desta unidade policial, participaram da operação 'Boi Branco': a Delegacia Territorial de Carinhanha, a Rondesp, o 17º Batalhão de Polícia Militar (Guanambi) e a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Sudoeste).

05 Dezembro 2017 - 22:57

Ex-vereadora de Jequié é suspeita de desviar recursos com funcionários fantasmas

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal cumpriu mandados nas cidades de Jequié e Jaguaquara, além de Salvador, na manhã desta terça-feira (5). A operação visa combater crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da educação. Cinquenta e oito policiais federais e seis auditores da Controladoria Geral da União cumprem 23 mandados de condução coercitiva, 18 de busca e apreensão e cinco mandados de medidas cautelares nos três municípios. Entre os alvos da operação está uma ex-vereadora de Jequié, que desviava recursos por meio de um suposto fornecimento de funcionários terceirizados fantasmas, segundo a PF. Entre esses funcionários, que deveriam atuar na Secretaria de Educação do Município, estavam dois sobrinhos da vereadora que não residiam na cidade. O nome da ex-vereadora não foi revelado pela Polícia Federal. A PF constatou também que a mesma vereadora pagou salário a, pelo menos, 35 funcionários que nunca atuaram nas escolas que teriam sido designados. De acordo com o levantamento feito durante as investigações, a empresa terceirizada recebeu do município de Jequié, entre 2013 e 2017, cerca de R$ 63 milhões. Deste total, R$ 7 milhões já foram identificados como recursos federais, especificamente de Precatórios do Fundef recebido pelo município. A PF estima um prejuízo aos cofres públicos de mais de R$ 1,5 milhão. A Justiça Federal de Jequié determinou o afastamento das funções públicas dos investigados, assim como a proibição da empresa ou seus sócios de contratarem ou renovarem qualquer contrato com o poder público. Os envolvidos responderão pelos crimes de peculato, fraude à licitação, associação criminosa e falsidade ideológica. A operação foi batizada como Melinoe, em referência a deusa dos fantasmas na mitologia grega.
 

29 Novembro 2017 - 18:53

Barra da Estiva: preso homem acusado de atirar em criança de 6 anos

Foto: Divulgação | Polícia Civil

Após várias diligências efetuadas na quarta-feira, 28, pelas Polícias Civil e Militar com a finalidade de prendê-lo, apresentou-se hoje na Delegacia de Polícia de Barra da Estiva o nacional Guilherme Souza dos Santos, vulgo "Gordinho", brasileiro, de 19 anos, ocasião em que foi dado cumprimento a um mandado de prisão preventiva em seu desfavor. O Delegado Marco Antônio Torres foi quem presidiu o Inquérito Policial e representou pela decretação da prisão preventiva de Guilherme, em razão do referido ser acusado de ter atingido a tiros uma menina de 6 anos de idade e agredido brutalmente a avó da garota, fato ocorrido no dia 10/06/2017, por volta das 05:00 horas, no Bairro das Nações, em Barra da Estiva/BA. O fato ocorrera após Guilherme, juntamente com mais dois comparsas, terem se desentendido com o pai da criança durante os festejos juninos deste ano. A criança foi atingida no abdômen e o projétil ficou alojado em seu fêmur, sendo que sua avó paterna fora barbaramente agredida à coronhadas por Guardinho. O pai da criança conseguiu fugir e nao foi atingido pelos tiros deflagrados por Guilherme. Ambos os comparsas de Guilherme acabaram morrendo depois da prática do referido crime. Um deles foi assassinado pelo avô paterno da criança baleada e o outro meliante morreu em confronto com uma guarnição da CIPE Sudoeste. Guilherme permanecerá custodiado na carceragem da DT de Barra da Estiva à disposição da Justiça.

 

29 Novembro 2017 - 13:44

Operação Gelo desarticula esquema de comércio irregular de cerveja na Bahia e Espírito Santo

Foto: Divulgação

Uma operação para desarticular um esquema de sonegação fiscal a partir do comércio irregular de cervejas foi deflagrada na manhã de hoje, dia 29, pelos Ministérios Públicos do Estado da Bahia e do Espírito Santo, por meio dos Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO/BA e GAECO Norte/ES), durante a Operação Gelo. Estão sendo cumpridos em cinco municípios dos dois estados 23 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão e 15 mandados de condução coercitiva expedidos pela 3ª Vara Criminal de Linhares a pedido do MPES. Na Bahia, a operação acontece em Itagimirim e Teixeira de Freitas, com a participação de cinco promotores de Justiça e 26 policiais do Estado. Participam da operação a Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo (Sefaz-ES), o Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar ao MPES (NI-AMMP), o 12º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo e a Polícia Militar do Estado da Bahia, por meio da Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica (Caema). 

29 Novembro 2017 - 11:28

PF acusa Geddel e o irmão de lavagem de dinheiro e associação criminosa

(Foto: Patrick Cassiano | Bahia Verdade)

A Polícia Federal (PF) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) relatório de investigação no qual acusa o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o irmão dele, o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), dos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. A investigação está relacionada com a apreensão dos R$ 51 milhões pela PF em um apartamento em Salvador. No relatório, enviado ao ministro Edson Fachin, relator do inquérito, a Polícia Federal afirma que a família Vieira Lima usou subterfúgios para receber, transportar e armazenar os valores. Para a PF, a defesa não conseguiu justificar a origem do dinheiro apreendido. A mãe de Geddel e um ex-assessor do deputado, Job Brandão, são acusados dos mesmos crimes. “Ao largo dessas razões, passados quase três meses da apreensão da quantia milionária em espécie, não foi apresentada qualquer documentação que viesse dar um mínimo de suporte aos valores apreendidos”, diz o relatório. Para investigar o suposto crime de corrupção, que pode revelar a origem dos R$ 51 milhões, a PF solicitou ao ministro a abertura de um novo inquérito.

23 Novembro 2017 - 13:22

PF mira atuação de pastores evangélicos em golpes milionários contra fiéis

Foto: Tânia Rêgo | Agência Brasil

A Polícia Federal identificou a participação de pastores evangélicos em golpes milionários que ocorreram contra pelo menos 25 mil pessoas em todo o país, incluindo fiéis de igrejas. A informação foi divulgada pelo jornalista Fausto Macedo, do Jornal Estado de S. Paulo. As investigações apontam a criação de narrativas para enganar as vítimas e tirar dinheiro delas. A Operação Ouro de Ofir foi deflagrada na terça-feira (21), contra grupo que prometia lucros estratosféricos às vítimas em negócios fictícios envolvendo ouro "do tempo do Império" e antigas "letras do Tesouro Nacional". Sidiney dos Anjos Peró, alvo de prisão temporária, é apontado com um dos líderes e responsável por arregimentar pastores com o fim de ludibriar e tirar dinheiro dos fiéis. Os fiéis pagavam pelo menos R$ 1 mil esperando grandes lucros que nunca chegavam. "A característica principal da fraude está em atingir a fé das pessoas e na sua crença em um enriquecimento rápido e legítimo, levando-as a crer, inclusive, que tal mecanismo seria um ?presente de Deus aos fiéis?, ou seja, trazendo a fé religiosa para o centro da fraude. A maneira mais prática de explicar isso talvez seja a crença de que contra a fé não há fatos nem argumentos. Muitas vítimas não estão interessadas em entender, pensar ou se informar – só estão interessadas em acreditar. E é exatamente neste ponto que a fraude tomou proporções inimagináveis e ganhou território nos mais diversos Estados da Federação", aponta o relatório do delegado Guilherme Guimarães Farias. Ainda segundo os investigadores, integrantes da organização criminosa usavam grupos no WhatsApp para ludibriar as vítimas e usavam frases como “vocês tem que acreditar”, “vocês foram os escolhidos“ e “aguardem que a benção virá” para estimular a participação das pessoas.

23 Novembro 2017 - 13:06

Assaltante é preso em flagrante pela Coppa em Barra da Estiva

Foto: Reprodução

Na manhã desta quarta-feira (22), por volta das 8 horas, a Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) prendeu Denivaldo de Jesus Guedes, vulgo 'Theca', após ele ter assaltado o dono de um caminhão, nas imediações de Barra da Estiva, carregado de produtos eletrônicos com valor estimado em um milhão e meio. Ele tentou levar o veículo com a carga, mas foi impedido por um equipamento bloqueador e acabou roubando apenas um celular e R$980 do motorista. Segundo o coordenador de Operações da Coppa, subtenente PM Carlos Augusto Cerqueira, a guarnição estava a caminho do município de Jandaíra em uma operação que fiscaliza áreas de queimadas e desmatamento, quando o proprietário do caminhão informou o crime. “A vítima contou que o Denivaldo tentou levar a carga, mas quando percebeu o bloqueador do caminhão, abandonou veículo e se escondeu na mata para esperar de um comparsa que dirigia um Voyage prata”, detalhou o subtenente. Durante o relato da vítima, o Voyage passou no sentido contrário e foi seguido pela polícia. Nele foram encontrados equipamentos diversos, um bloqueador de rastreador de caminhão com 12 antenas, e um documento referente a um caminhão Ford 11000 com carroceria aberta de placa HZB 3455. Tcheca, o veículo e o material apreendido foram encaminhados para Delegacia Territorial de Conde. O cúmplice conseguiu fugir e está sendo procurado.

23 Novembro 2017 - 09:07

PF cumpre 13 mandados de prisão contra grupo que fraudava licitações do transporte escolar na Bahia e em Minas

Foto: Divulgação/ PF-BA

Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria Geral da União (CGU), cumpre, na manhã desta quinta-feira (23), 9 mandados de prisão preventiva, 4 de prisão temporária, 13 mandados de medidas cautelares e 41 de busca e apreensão em cidades na Bahia e em Minas Gerais. A operação Lateronis tem objetivo de combater crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da educação no centro-sul baiano. Um grupo formado por políticos e empresários locais, além de servidores, fraudava licitações, principalmente em contratos na área de educação, para desviar recursos públicos. Os contratos fraudados somam cerca de R$ 132 milhões, dos quais R$ 45 milhões teriam sido desviados. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades baianas de Barra do Choça, Cândido Sales, Condeúba, Encruzilhada, Ribeirão do Largo, Gandu, Itambé, Jequié, Piripá, Vitória da Conquista, Tanhaçu, Ipirá, Salvador, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Formosa do Rio Preto. Em Minas Gerais, a operação ocorre na cidade de Mata Verde. A operação conta com a participação de 160 policiais federais e 16 auditores da CGU. Segundo as investigações, iniciadas em 2013, três falsas cooperativas, que pertenciam a um mesmo grupo, vencedoras de licitações recorrentes, desviavam recursos públicos obtidos através de contratos celebrados com diversos municípios, na área de transporte, sobretudo escolar. Com os dados obtidos foi possível verificar que essas cooperativas serviam apenas de “fachada”, não havendo concorrência entre elas uma vez que as vencedoras eram definidas previamente. As cooperativas investigadas são a Coopetran (Cooperativa de Transportes Alternativos do Estado da Bahia), a Transcops (Cooperativa de Trabalho dos Profissionais de Transportes Alternativos Especiais), e Transcoob (Cooperativa Mista de Profissionais de Transporte e Consumo do Brasil).

PF cumpre 13 mandados de prisão contra grupo que fraudava licitações do transporte escolar na Bahia e em Minas

O G1 não conseguiu localizar os responsáveis das empresas até a publicação desta reportagem. A operação tem por base fiscalizações da CGU. De acordo com levantamento, entre 2010 a 2016, o grupo investigado firmou contratos com 35 municípios da Bahia, tendo recebido um total de R$132 milhões nesse período. Desse montante, cerca de R$ 63 milhões correspondem a recursos federais, sendo R$ 11 milhões do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate) e R$ 52 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). De acordo com a PF, cerca de R$ 45 milhões foram desviados. Parte dos valores recebidos pelas cooperativas era repassado para servidores públicos, que corrompiam agentes públicos para fraudar licitações na área de transporte, principalmente transporte escolar, e até para influenciar decisões dos governo. De acordo com as investigações, o grupo usava a verba desviada também para financiar campanhas políticas como forma de se manterem dominantes no poder. O grupo escolhia, por exemplo, quem seriam os candidatos, e até quem seriam os secretários nomeados pelos prefeitos nos municípios em que o grupo atuava. Até mesmo a aprovação das contas do município pelas câmaras municipais era decidida pelo grupo. Uma espécie de atuação paralela que influenciava decisões públicas a favor de interesses ligados ao esquema criminoso. Os envolvidos responderão pelos crimes de peculato, organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva e fraude à licitação.

Segundo a CGU, em Encruzilhada (BA), por exemplo, além de exigências ilegais e restritivas nos editais de licitações, apurou-se que os próprios certames eram conduzidos para impedir a participação de outros interessados. Segundo a apuração, a prefeitura de Encruzilhada também utilizou de artifícios como a realização de sessões de abertura de pregões em dia de ponto facultativo e até mesmo em uma sexta-feira após o feriado de Natal. Como resultado, três supostas concorrentes de pregão presencial foram representadas por integrantes de um mesmo grupo familiar, evidenciando tratar-se de mera simulação de competição. Além disso, a execução dos contratos ocorriam por meio da irregular subcontratação integral do serviço. Os motoristas realizavam o transporte com os próprios veículos e não eram nem cooperados nem empregados, tendo que arcar com todos os custos do serviço. As contratadas atuavam apenas como pessoas interpostas, sendo que o desvio de recursos ocorria mediante o superfaturamento dos valores cobrados do município. Em Itambé (BA), também alvo de fiscalização da CGU, constatou-se superfaturamento total de mais de R$ 1,5 milhão, nos exercícios de 2013 a 2015. Segundo a PF, o nome da operação, Lateronis, é uma referência aos soldados da Roma antiga, que guardavam as laterais e as costas do imperador e que, de tanto estarem ao lado do poder, passaram a acreditar que eram o próprio poder e que podiam atuar de forma impune ao cometerem delitos contra os mais pobres. A PF vai detalhar a operação em coletiva à imprensa na Delegacia de Polícia Federal em Vitória da Conquista, às 9 horas [horário local].

CONTINUE LENDO

22 Novembro 2017 - 18:36

Polícia Militar apreende quase 1kg de maconha em Livramento; dois homens foram presos

Foto: Divulgação | Polícia Militar

Durante rondas ostensivas realizadas no município de Livramento de Nossa Senhora, uma guarnição do Pelotão Tático Operacional (PETO) da 46ª CIPM apreendeu aproximadamente 1kg de maconha no Bairro Estocada. A ação ocorreu na tarde de terça-feira (21), quando durante as abordagens dois homens foram flagrados portando um pacote com aproximadamente 1kg de maconha. Os indivíduos foram encaminhados à delegacia, onde foram autuados por tráfico de drogas. Ambos estão a disposição da justiça.

 

22 Novembro 2017 - 13:39

Polícia Civil promove curso de capacitação na área da 9ª Coorpin

Foto: Reprodução

Delegados, agentes/investigadores e escrivães da Polícia Civil da Bahia que atuam na área da 9ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior-Coorpin, participam do ‘Estágio de Prática Policial’ para 30 civis,  curso de capacitação ministrado por equipe do Comando de Operações Especiais-COE com o aval da Academia da Polícia Civil-Acadepol. O curso iniciado na segunda-feira (20), tem continuidade até o dia 1º de dezembro, subdividido em duas turmas com aulas práticas e teóricas  sendo realizadas nas salas de aula do Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães, além de aulas de tiro no estande do clube local. O diretor da 9ª Coorpin, delegado Fabiano Aurich, revelou que era um desejo seu de muito tempo trazer esse tipo de treinamento e capacitação para a regional de Jequié.
 

Polícia Civil promove curso de capacitação na área da 9ª Coorpin

Os policiais civis participam de aulas práticas e teóricas de imobilização tática, manuseio e utilização segura do armamento, operações de risco,  práticas de investigação e de elaboração de um bom inquérito policial. O delegado Dante, do COE, que ministrou as aulas disse que um dos pontos importantes dessa atualização profissional é aprimorar a qualidade do serviço prestado à população pelos policiais civis baianos, além de atualizá-los acerca de suas atuações no combate ao crime.

Polícia Civil promove curso de capacitação na área da 9ª Coorpin

O curso tem como objetivo mostrar inovações na parte operacional em abordagens, troca de tiros, gerenciamento de crise, elaboração de relatório de investigações, entre outros. A iniciativa é periódica e circula as unidades de investigação de todo o estado, atualizando os profissionais da Polícia Civil. Um dos instrutores do curso, o investigador Expedito Sá Júnior contou que esta semana será focada em ‘Armamento, munição e tiro’ e ‘Imobilização Tática’, atualizando os policiais em  práticas cotidianas para que executem, cada vez melhor o seu trabalho. 

20 Novembro 2017 - 12:50

Buscaremos o combate incansável à corrupção no Brasil, diz novo diretor-geral da PF

Foto: Marcos Corrêa, PR

O posto de diretor-geral da Polícia Federal foi assumido nesta segunda-feira (20) pelo delegado Fernando Segóvia. A solenidade de transmissão de cargo foi realizada na sede do Ministério da Justiça, em Brasília. Ao discursar na cerimônia, o novo diretor-geral afirmou que o combate à corrupção continuará sendo prioritário no trabalho da corporação. Na oportunidade, Segóvia também disse que trabalhará em harmonia com o Ministério Público no período em que estiver à frente da Polícia Federal. “Buscaremos o combate incansável à corrupção no Brasil, que continuará a ser agenda prioritária na Polícia Federal, tendo como premissa a continuidade de operações especiais, tais como Lava Jato, Cui Bono, Cadeia Velha, Lama Asfáltica e tantas outras em andamento nos inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal e nas varas da Justiça Federal Brasil afora”, ressaltou. “Coibindo qualquer tipo de crime, independentemente de partido político, garantindo assim a lisura no processo eleitoral e que a vontade do eleitor prevaleça a qualquer tipo de ação criminosa”, completou. sobre a relação com o Ministério Público, ele admitiu uma "infeliz" disputa de poder da PF com o órgão, responsável pela acusação em processos e também apto a realizar investigações. “Há uma infeliz e triste situação de disputa institucional de poder entre a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. Mas confio muito no espírito de maturidade institucional e profissional dos membros dessas instituições", disse.

17 Novembro 2017 - 12:37

  Homem é preso acusado de saquear carga de milho de carreta tombada

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem suspeito de saquear carga de sêmola de milho após carreta tombar foi preso na cidade de Jeremoabo, norte da Bahia. A informação é do G1. De acordo com a Polícia Civil, João Batista Lima Reis, o "Boquinha", vai responder por furto qualificado e receptação. O mandado de prisão preventiva contra ele foi expedido pelo juiz da comarca da cidade. Ainda segundo a polícia, ele é o principal envolvido no saque da carga, avaliada em R$ 48 mil, que era transportada por uma carreta "bitrem" da empresa Roan Alimentos Ltda, que sofreu um acidente na estrada nas proximidades da cidade. A carga foi toda saqueada por populares. Segundo a polícia, a ação foi registrada em vídeo e fotos, o que auxiliou na identificação dos envolvidos, entre eles o principal, o "Boquinha". O suspeito está custodiado à disposição da Justiça e deve ser encaminhado para o presídio de Paulo Afonso, também no norte da Bahia. João Batista foi preso na terça-feira (14).
 

16 Novembro 2017 - 10:08

Polícia evita feminicídio no município de Ibitiara

Foto: Divulgação/PMBA

Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Chapada evitaram que Dinei Jesus dos Santos cometesse um crime contra a vida de sua ex-esposa Milena Santos Silva, na manhã da última terça-feira (14), por volta das 9h. O feminicídio ocorreria, na Lagoa de Cima, na cidade de Ibitiara.  De acordo com o comandante da Cipe/Chapada, major PM Ricardo Passos, uma guarnição da unidade estava na delegacia do município quando Milena foi prestar a queixa contra seu ex-marido. "Ela contou, assustada, que Dinei portava uma arma de fogo e havia a ameaçado de morte. A vítima ainda afirmou que os irmãos do acusado teriam lhe agredido", afirmou o major. Imediatamente a guarnição se deslocou até o local indicado pela vítima, onde foi encontrado o agressor que mantinha uma revólver municiado e mais uma pequena quantidade de pólvora, espoleta e chumbinho, em um depósito anexo à sua residência. Dinei e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Ibitiara.