BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"

16 Outubro 2017 - 07:43

Confira agenda da Climedi desta semana

Foto: Divulgação

11 Outubro 2017 - 18:48

SUS terá medicamento de aplicação mais fácil para crianças com diabetes

Foto: Reprodução

O SUS passará a ofertar, a partir de 2018, um novo medicamento para crianças com diabetes tipo 1 –a insulina análoga. Ao todo, 100 mil crianças que possuem maior dificuldade de controle da doença devem passar a receber o medicamento. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (11) pelo Ministério da Saúde. Segundo a pasta, o medicamento permite maior controle glicêmico e reduz o risco de complicações pela diabetes, além de ser de mais fácil aplicação por ter a embalagem no formato de caneta. "Ao invés das seringas, é uma caneta de muito mais fácil aplicação e que permite o reuso", afirma Renato Alves Teixeira, diretor do departamento de assistência farmacêutica. A resposta desse medicamento também é considerada mais rápida em relação à insulina regular, indicada para ser utilizada cerca de 30 minutos antes das refeições. Já a análoga tem intervalo quase imediato, informa o diretor. A inclusão do medicamento no SUS atende a demanda antiga de entidades do setor, que já pleiteavam a incorporação desde 2014. Nos últimos anos, o medicamento também era alvo de demandas judiciais e distribuição irregular, segundo Teixeira. O valor investido para oferta do novo tratamento é de R$ 135 milhões por ano. Embora as crianças sejam consideradas público prioritário, o produto também poderá ser ofertado para adultos com esse tipo de diabetes, desde que com indicação médica, informa.

06 Outubro 2017 - 01:15

UPA de Livramento será beneficiada com repasse de recursos do Ministério da Saúde

Foto: Patrick Cassiano | Bahia Verdade

Conforme anúncio do repasse de recursos anunciado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, na quinta-feira (05), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Livramento de Nossa Senhora e das cidades de Feira de Santana, Ipirá, Itaberaba e Porto Seguro receberão R$7,2 milhões em recursos para aperfeiçoar ou ampliar o atendimento. “A partir de agora, esses municípios poderão contar com o apoio do governo federal para continuar oferecendo atendimento de qualidade à população”, disse o ministro.

 

04 Outubro 2017 - 12:00

Jovem com barriga gigante é transferida para hospital de Salvador e tem quadro de saúde estável

Foto: Márcio Fagundes

A jovem Daiane Maria de Oliveira, que tem um problema de saúde que deixou a barriga em tamanho muito maior que o normal, foi transferida para o Hospital Irmã Dulce, em Salvador. A transferência ocorreu, via regulação, segundo o site G1. A jovem estava em uma unidade de saúde da cidade de Guanambi. O Hospital Irmã Dulce informou que o estado de saúde da jovem é estável e que ainda não há previsão de alta médica. Daiane sofre de cirrose hepática e precisa de um transplante de fígado. Em entrevista ao portal G1, o vice-prefeito e secretário de Saúde de Igaporã, Márcio Fagundes Fernandes, disse que recebeu telefonemas de médicos de Sorocaba (SP) e Salvador, além de Brasília, interessados em investigar o caso. ”Várias pessoas ofereceram ajuda, já que não temos aqui no município especialistas para todas as áreas. Um endocrinologista de Santa Maria da Vitória me ligou e se ofereceu para fazer uma avaliação de forma gratuita. Ele constatou a cirrose hepática com agravante de possível problema na tireóide. O tratamento dela tem que ser um transplante”, afirmou, após análise do especialista. O médico responsável pelo atendimento foi Ivson Petrônio de Cunha. Ele esteve no município no dia 26 de setembro. Após o atendimento e orientação do endocrinologista, a paciente foi colocada no sistema de regulação do município para transferência para uma unidade médica de Salvador.

02 Outubro 2017 - 12:10

OUTUBRO ROSA: Entenda o Ultrassom de Mama. É de grande importância. Faça você também!

Foto: Divulgação

A ultrassonografia da mama é um exame que tem por finalidade analisar o tecido mamário e colher informações sobre lesões e nódulos. É Importantíssimo para auxiliar a biópsia que deve ser feito em alguns casos específicos.

 

Como é feito?

Para passar pelo procedimento, a mulher deve ficar em posição dorsal (deitada com a barriga para cima), com os braços atrás da cabeça. O médico aplica o gel sobre a região a ser analisada e observa as imagens na tela. Apenas as pacientes com seios muito grandes precisam girar o corpo, a fim de facilitar a visualização da parte interna. “Esse exame não é doloroso, a não ser que a mulher já sofra com sensibilidade exagerada na mama. Em geral, não há incômodo”.

 

Quem deve fazer?

É importante entender que a ultrassonografia mamária é complementar à mamografia e nunca deve substituí-la. “A mamografia é obrigatória e deve fazer parte dos exames de rotina da mulher a partir dos 40 anos. Já o ultrassom é pedido quando o médico tem alguma suspeita e precisa analisar melhor o caso”

Portanto, mulheres com nódulos costumam passar pelo procedimento para identificar o tamanho e outras características da lesão. Ele é essencial para a realização da biópsia, já que pode indicar a localização exata onde deve ser inserida a agulha.

Além das pacientes sintomáticas, também é indicado como prevenção para mulheres jovens (abaixo dos 35 anos) e grávidas. Quem tem mamas muito densas e que são difíceis de analisar na mamografia também é submetida a ultrassonografia mamária.

O que o ultrassom detecta?

Lesões sólidas ou nódulos são mais bem enxergados pelo ultrassom. “As microcalcificações são observadas pela mamografia, enquanto os nódulos aparecem melhor na ultrassonografia. Sejam esses nódulos de forma arredondada, sólido ou oco, é possível enxergar tudo isso, até seu contorno e sua margem”. Isso garante um diagnóstico muito mais preciso sobre um tumor benigno ou maligno e auxilia o médico a optar pelo tratamento mais adequado.

16 Setembro 2017 - 20:11

Campanha de multivacinação imuniza crianças e adolescentes em todo o país

Foto: Divulgação

No Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação, cerca de 36 mil postos de saúde abriram neste sábado (16) para atender crianças e adolescentes menores de 15 anos convocados para atualizar a caderneta de vacinas. De acordo com números do Ministério da Saúde, 53% desse público não está com a vacinação em dia. Mesmo após o dia D, a campanha de multivacinação continua. A campanha deste ano traz o slogan “Todo mundo unido, fica mais protegido”. A mobilização nacional, segundo o ministério, reuniu cerca de 350 mil profissionais de saúde com o apoio de 42 mil veículos. Além do envio de 143,9 milhões de doses para a vacinação de rotina, a pasta também distribuiu aos postos de saúde 14,8 milhões de doses extras de 15 vacinas.

14 Setembro 2017 - 15:57

CLIMEDI: Você sabe o que é setembro amarelo ?

Foto: Divulgação

Alguns meses são simbólicos para a divulgação e o combate de certos problemas, como o mês de outubro, que, para falar sobre o combate ao câncer de mama, virou Outubro Rosa. Ou então o Novembro Azul, que serve para discutir o câncer de próstata. Com o mês de setembro não é diferente, ele pode ser conhecido por Setembro Amarelo e traz à luz um assunto muito importante: o suicídio. O movimento do Setembro Amarelo é mundial e ocorre no Brasil desde 2014. Ele tem duração de 30 dias e foi escolhido para acontecer no nono mês do ano, pois o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Ele foi trazido ao Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) eABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). Em 2014, o movimento ficou concentrado em Brasília, mas ano passado já começou a crescer para outros estados brasileiros e ocupou todas as regiões do Brasil.

Os destaques de 2015 foram a iluminação em amarelo de locais como Cristo Redentor no Rio de Janeiro, o Congresso Nacional e a ponte Juscelino Kubitschek em Brasília, o estádio Beira Rio em Porto Alegre, a Catedral e o Paço Municipal de Fortaleza, a Ponte Anita Garibaldi em Laguna e o Palácio Campo das Princesas em Recife. O Setembro Amarelo é importante, pois o suicídio ainda é um assunto tabu em nossa sociedade, mesmo levando mais de 800 mil vidas por ano. As pessoas não falam sobre isso, mas não impede que seja uma prática comum. Em 2014, um relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontou que o Brasil é o 8º país com a maior taxa de suicídios do mundo. O estudo ainda afirma que a cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio no mundo. E mais, para cada suicídio bem sucedido, há pelo menos 20 tentativas fracassadas. Porém, dos 194 países da OMS, apenas 60 coletam dados sobre o assunto e apenas 28 têm estratégias nacionais para a prevenção. No ano passado, a OMS lançou outro dado preocupante: o suicídio já mata mais jovens no mundo do que o HIV. é a segunda maior causa de mortes na faixa etária de 15 aos 29 anos, perdendo apenas para acidentes de trânsito. Precisamos falar mais sobre o suicídio e o Setembro Amarelo é um modo de ajudar a dar voz a esse assunto. De acordo com o site do movimento, “ a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta”. Siga a página oficial do movimento no Facebook.

CONTINUE LENDO

29 Março 2017 - 08:36

Pênalti perdido, golaço e festa em Itaquera; Brasil se classifica para a Copa

Foto: Uol Esportes

Na noite desta terça-feira (28), a Seleção Brasileira passou com facilidade pelo Paraguai, venceu por 3 a 0, e está praticamente garantida na próxima edição do Mundial. Os gols da equipe de Tite foram marcados por Phillipe Coutinho, na primeira etapa, e Neymar e Marcelo no período complementar. A festa estava pronta desde o início. Mais de 44 mil pessoas foram ao bairro de Itaquera, em São Paulo, para assistir a mais uma exibição da ‘máquina’ montada por Tite. Violento, o time paraguaio tinha apenas o rodízio de faltas como opção para parar o Brasil, mas nem isso funcionou. No primeiro tempo, Coutinho recebeu na entrada da área, cortou o marcador, e colocou de pé esquerdo, sem chances para Anthony Silva. Com o primeiro gol, o duelo ficou mais fácil, uma vez que os paraguaios não ameaçavam nos contra-ataques. Na segunda etapa, aberto pelo lado esquerdo, Neymar infernizou a vida dos rivais. Ao roubar a bola do lateral-direito, o brasileiro só foi parado com um carrinho na grande área. Pênalti que ele mesmo bateu, mas Anthony Silva defendeu. O erro não abalou o craque, que pouco depois fez o segundo. Em lance semelhante pela esquerda, o brasileiro contou com um desvio na marcação para fazer o segundo e sair para o abraço. Ainda deu tempo da arbitragem anular um gol de Neymar, flagrado em impedimento. No final, em excelente troca de passes, Paulinho deixou o lateral Marcelo na cara do goleiro para fazer o terceiro do passeio. 

18 Fevereiro 2017 - 11:07

Brasil registra queda em doenças transmitidas por Aedes

Foto: Reprodução

O Brasil registrou uma queda significativa de casos de dengue, zika e chikungunya neste ano em comparação com o mesmo período de 2016. Foram contabilizados em janeiro 21.174 pacientes com dengue. A marca é 10 vezes menor do que o notificado ano passado: 212.510 casos. A chikungunya, por sua vez, foi responsável por 3.754 notificações, bem menos do que os 15.420 reportados em 2016. A zika causou 316 infecções. Em janeiro do ano passado, haviam sido contabilizados 30.683 registros. De acordo com o Ministério da Saúde, os números apresentados no boletim deste ano poderão ser atualizados. Não há, no entanto, expectativa da pasta de que haja uma mudança muito significativa dos indicadores apresentados.

18 Fevereiro 2017 - 09:02

Temer envia projeto que elimina multa para empresas por demissão sem justa causa

Foto: Reprodução

O presidente Michel Temer (PMDB) encaminhou ao Congresso Nacional um projeto que altera a Lei Complementar nº 110, de 29 de junho de 2001, conforme descrito no Diário Oficial da União (DOU) da última sexta-feira (17). O objetivo do projeto é eliminar a multa adicional da contribuição social devida pelos empregadores, em caso de despedida de empregado sem justa causa. Assim, o governo pretende reduzir de forma gradativa a multa de 10% do FGTS, que as empresas são obrigadas a pagar nesse caso. A expectativa com a medida é reduzir também os impactos no fundo. De acordo com a proposta divulgada em dezembro, a previsão é de corte de um ponto percentual por ano durante 10 anos para diminuir os custos indiretos dos empresários, o que, segundo o governo federal, terá efeito positivo sobre o caixa das empresas.

17 Fevereiro 2017 - 15:03

Santa Maria da Vitória: MP recomenda não realização de carnaval diante de crise financeira

Foto: Divulgação

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) emitiu uma recomendação ao prefeito de Santa Maria da Vitória, no oeste baiano, que se abstenha de gastar recursos públicos com a contratação de shows e eventos culturais para o carnaval de 2017, enquanto durar a situação de crise econômica na cidade. A recomendação ainda determina que a municipalidade não contrate demais eventos da mesma natureza, incluindo a contratação de artistas, serviços de "buffets", banheiros e montagens de estruturas para apresentações artísticas entre outras despesas, enquanto a situação financeira do município não melhorar e houver falta de pagamento dos servidores públicos. Qualquer despesa para a realização do carnaval deve ser precedida de apresentação de relatórios expedidos pelos órgãos técnicos competentes atestando a possibilidade de incremento do contingente populacional sem prejudicar os serviços públicos, como segurança pública, água e energia, dentre outros. 

16 Fevereiro 2017 - 10:03

Quem perder o prazo não poderá sacar contas inativas do FGTS, diz Caixa

Foto: Reprodução

A Caixa Econômica Federal explicou nesta quarta-feira (15) que as regras para os saques de dinheiro de contas inativas do FGTS restringem as retiradas até o dia 31 de julho e que as pessoas que não conseguirem fazer as retiradas até o prazo limite não conseguirão fazer o saque em outra data. "A Medida Provisória é clara: para o pagamento simplificado nestas duas condições – pedido de demissão ou demissão por justa causa –, o trabalhador tem que sacar o recurso até 31 de julho deste ano", disse Valter Nunes, diretor-executivo da Caixa.

13 Fevereiro 2017 - 14:02

Câncer é principal causa de morte por doença entre brasileiros de 15 a 29 anos, aponta Inca

Foto: Reprodução

O câncer foi, no período de 2009 a 2013, a principal causa de morte por doença na faixa etária de 15 a 29 anos, e a segunda causa geral neste grupo no Brasil, atrás apenas de “causas externas” (acidentes e mortes violentas de diferentes tipos), segundo um panorama da doença em adolescentes e adultos jovens lançado nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e o Ministério da Saúde (MS). No período de 5 anos, houve 17,5 mil mortes por câncer entre os brasileiros de 15 a 29 anos (5% do total de mortes). O trabalho aponta que a taxa média de mortalidade por câncer de adolescentes e adultos jovens foi de 67 por 1 milhão. Segundo o ministério, a boa notícia é que a taxa está estável nos últimos anos. A publicação aponta ainda que a média de pessoas de 15 a 29 anos que tiveram câncer foi de 236 casos/milhão. A taxa é bem superior à verificada em crianças de 0 a 14 anos, que é de 127/milhão, mas inferior às dos principais tipos de câncer em adultos. O câncer em adolescentes e adultos jovens, assim como em crianças, é classificado como algo “raro”. Os tumores mais frequentes em adolescentes e adultos jovens são os carcinomas (34%), linfomas (12%) e tumores de pele (9%), indica o panorama do Inca. As regiões mais frequentes dos carcinomas em adolescentes e adultos jovens são no trato geniturinário (taxa de incidência de 24,83 por 1 milhão), tireoide (14,18 por 1 milhão), mama (12,46 por 1 milhão) e cabeça e pescoço (4,57 por 1 milhão). O câncer de colo do útero é o de maior incidência em mulheres nesta faixa de 15 a 29 anos. O desenvolvimento da doença está ligado à infecção pelo HPV, transmitido na relação sexual. A publicação usa informações de 25 Registros de Câncer de Base Populacional, o Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde e os 271 Registros Hospitalares de Câncer.

11 Fevereiro 2017 - 14:36

Por que dormir mais de 7 horas pode ajudar a perder peso

Foto: Reprodução

Quando a questão é controlar o peso, normalmente recorremos a dietas e exercícios. Mas diversos estudos científicos sugerem que, se o objetivo é reduzir as calorias, também devemos prestar atenção na quantidade de sono. Uma pesquisa recente da universidade britânica King's College London revisou dezenas de pequenos estudos sobre a relação entre uma boa noite de sono e o apetite. Embora nem todos sejam afetados da mesma maneira, a pesquisa conclui que, em geral, dormir menos de sete horas por noite leva as pessoas a comerem muito mais. O programa da BBC Trust me, I'm a doctor ("Confia em mim, sou médico", em tradução livre para o português), realizou um pequeno experimento com quatro pessoas para testar essa teoria. O teste mostrou que os três voluntários que tiveram o sono interrompido diversas vezes durante a noite, graças a um bebê de brinquedo pré-programado para chorar regularmente, comeram mais do que o habitual no café da manhã e/ou escolheram alimentos menos saudáveis. Em contrapartida, o voluntário sortudo que dormiu bem fez sua refeição como de costume.

10 Fevereiro 2017 - 20:31

Ministério da Saúde vai ampliar oferta de vacina contra influenza em 2018

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde vai ampliar a oferta da vacina contra influenza em 2018: de 60 milhões de doses anuais para 80 milhões. "Evidentemente haverá uma ampliação do público a ser coberto por essa vacinação", afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no Instituto Butantan. Porém ainda não foram definidos os grupos adicionais que terão direito a receber a vacina pelo Sistema Único de saúde (SUS). "Nossa área do Programa Nacional de Imunizações definirá conforme a disponibilização efetiva da vacina", disse Barros. Hoje, na rede pública, a vacinação contra influenza é destinada a alguns grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade. Em 2016, o vírus influenza H1N1 matou 1.982 pessoas. Ao todo, 10.625 casos foram notificados. O balanço quase alcançou os números de 2009, quando o H1N1 se tornou uma pandemia e matou 2.060 brasileiros.