Justiça

Tribunal de Justiça de Minas diminui pena do goleiro Bruno após prescrição de crime

28 Setembro 2017 - 00:50

Tribunal de Justiça de Minas diminui pena do goleiro Bruno após prescrição de crime

Foto: Estadão

Os desembargadores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais diminuíram nesta quarta-feira (27), por 2 votos a 1, a pena do goleiro Bruno Fernandes, condenado pela morte de Eliza Samudio. A condenação do ex-jogador passou de 22 anos e 3 meses para 20 anos e 9 meses. Bruno foi condenado em primeira instância em 2013 pelo homicídio triplamente qualificado da ex-namorada, ocultação do cadáver e sequestro e cárcere privado do filho deles. A pena do goleiro diminuiu porque o crime de ocultação de cadáver prescreveu. O ex-jogador já cumpriu quase sete anos da pena em regime fechado e ficou dois meses em liberdade, através de uma liminar, entre fevereiro e abril deste ano. Na época, Bruno chegou a atuar pelo clube Boa Esporte, de Varginha, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

Comentários

Deixe seu comentário

Mais notícias