Região Sudoeste

Acusados de exercício ilegal da profissão são detidos e encaminhados a delegacia de Paramirim

27 Abril 2018 - 21:17

Acusados de exercício ilegal da profissão são detidos e encaminhados a delegacia de Paramirim

Foto: Divulgação | GM Paramirim

Na tarde desta sexta-feira (27), Guarnição Delta da Guarda Municipal de Paramirim, composta pelo CGM Amauri, GM Elias, GM Marcílio e GM Alex, recebeu uma denúncia, informando que três indivíduos, sendo uma mulher e dois homens, em um veículo Hyundai/HB20S 1.0 placa Policial de Belo Horizonte/MG, estavam realizando exames de vista, no povoado do Fundão dos Cardoso. Estava sendo cobrado o valor R$ 50,00 por exame, porém, constava uma observação no canhoto do contrato da consulta, mesmo com a desistência dos pacientes, seriam obrigados a pagar o valor integral da consulta, caso contrário, teriam os seus nomes negativados nos órgãos de proteção ao consumidor SPC e SERASA.

Acusados de exercício ilegal da profissão são detidos e encaminhados a delegacia de Paramirim

Foto: Divulgação | GM Paramirim

Os exames eram realizados pelo dono da ótica que não apresentou nenhum tipo de registro que comprove que é um profissional da área. A matriz da ótica tem sede na cidade Gonguji/BA, e está sendo instalada uma filial na cidade de Livramento/BA. O dono é os funcionários da ótica foram conduzidos para Delegacia de Polícia Civil deste município, onde estão sendo tomadas todas as providências cabíveis e necessárias!!! Materiais apreendidos: 01- Aparelho Retinoscópio; 01- Caixa de provas; 01- Óculos de prova; 02- Óculos de grau; 01- Reta de medição; 87- Óculos de diversas cores; 02- Armações de óculos; 01- Tabela optométrica; 01- Jaleco; E vários documentos da ótica com carnês de pagamento, talão de consulta/exame etc.

Comentários

Deixe seu comentário

Mais notícias