Geral

Familiares de Sr Daniel Alves de Brito prestam homenagem após 30 dias do seu falecimento

04 Outubro 2018 - 07:05

Familiares de Sr Daniel Alves de Brito prestam homenagem após 30 dias do seu falecimento

“Quando a estrada é comprida  e os pés cansados buscam guarida, o andarilho se desfaz do corpo e, no voo de volta, redescobre a vida”. 


                                                         Roberto Mozart

Todos nós seres humanos temos nosso papel neste imenso palco que é a vida. Uns na função de estar sempre em cena, à luz dos holofotes. Outros, mais simples e discretos, desempenham o papel de colaboradores, estando sempre prontos para a ajuda. Foi assim Daniel Alves de Brito, nascido em Jequié a 31 de agosto de 1955, filho do casal Enésio Alves de Brito e Augusta Maria de Jesus . Afeito à liberdade e ao trabalho, aos 17 anos, arregaçou as mangas e mascateava entre as cidades de Brumado e Livramento. Logo, fixou residência em Livramento, tomado pelos encantamentos do coração ao conhecer Maria José da Silva, com quem se casou em maio de 1978.  Sempre de bem com a vida, era fã de Raul Seixas, torcia para o Flamengo e nutria indisfarçável gosto pela política;  não o viés político-partidário, mas o ideológico. Como árvore de boa cepa, juntamente com D. Maria, sua eterna companheira de afetos e labutas, educou os quatro filhos, não somente na seara acadêmica, mas, sobretudo, dentro dos princípios cristãos, deixando-lhes um legado moral, preparando-os para a vida como verdadeiros cidadãos. Comungava com a esposa da vocação para a solidariedade, abrindo as portas de seu pequeno apartamento em Salvador a todos quantos precisavam cursar uma faculdade, ou trabalhar. Como “há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu”, quis o Senhor que ele fosse chamado. Vítima de um acidente, faleceu a 4 de setembro de 2018.
Nós, familiares de Daniel Alves Brito, agradecemos a todos quantos lhe dedicaram amizade, atenção e respeito, sobretudo durante sua passagem para a outra esfera existencial.

Comentários

  • Marli Pereira de Souza Bispo

    04 Outubro 2018

    Quanta saudade você deixou, foi uma pessoa extraordinária. Deixou muita saudades, foi um prazer enorme ter conhecido você, nossa família sofre com sua perda.

Deixe seu comentário

Mais notícias