Justiça

Supremo torna Geddel e Lúcio Vieira Lima réus no escândalo das malas

08 Maio 2018 - 23:02

Supremo torna Geddel e Lúcio Vieira Lima réus no escândalo das malas

Foto: Reprodução

Os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram a favor do recebimento da denúncia contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima e o irmão, o deputado federal Lúcio Vieira Lima, na tarde desta terça-feira (8), no caso dos R$ 51 milhões. O dinheiro foi encontrado em um apartamento em Salvador supostamente ligado aos emedebistas baianos.  Votaram, por unanimidade, para receber a denúncia e tornar os irmãos réus os ministros Edson Fachin, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Celso de Mello. Além de Geddel e Lúcio, também se tornaram réus por lavagem de dinheiro e associação criminosa a mãe deles Marluce Vieira Lima; o ex-assessor Job Ribeiro e o sócio da empresa Cosbat, Luiz Fernando Costa Filho.  A ação penal por lavagem de dinheiro contra Gustavo Ferraz, ex-diretor da Defesa Civil de Salvador, foi rejeitada.