Brasil

A nação clama por intervenção militar e baixa dos impostos abusivos sobre os combustíveis

29 Maio 2018 - 15:13

A nação clama por intervenção militar e baixa dos impostos abusivos sobre os combustíveis

Foto: Reprodução

A Paralização dos Caminhoneiros em 2018

Em 21 de maio de 2018 foi iniciada a paralização dos caminhoneiros em diversos estados do Brasil com amplo apoio popular devido a ser resultante do aumento do preço dos combustíveis em 50% neste ano. Os caminhoneiros são trabalhadores de vidas sofridas trabalhando em condições insalubres por conta de estradas em péssimo estado sendo esburacadas, pavimentações desniveladas e mal construídas causando acidentes, risco de ser vítimas de assaltantes e ladrões de carga, pagam impostos abusivos nos combustíveis, pelo uso dos caminhões e pelos pedágios e multas no trânsito e têm outros problemas que dificultam suas vidas. Cansados de tantos problemas e da exploração trabalhista pela qual passam os trabalhadores viajantes das estradas reivindicam pautas para voltarem a trabalhar.

Eis as pautas dos caminhoneiros listadas:
1- Frete mínimo nacional.
2- Corte total do imposto PIS/COFINS sobre os combustíveis óleo diesel e gasolina.
3- Redução dos pedágios para caminhoneiros.
4- Fim do CIDE (parcialmente cumprido pelo governo).
5- Renegociação das dividas dos caminhoneiros.
6- Estradas em bom estado.
Outros detalhes sobre os objetivos dos caminhoneiros estão listados na carta da CNTA (Confederacão Nacional dos Transportes Autônomos) endereçada ao presidente Michel Temer.


A grande mídia globalista e governo uniram-se para espalhar enganações com notícias falsas na tentativa de desinformar e manipular o povo contra os caminhoneiros, mas diversos vídeos de caminhoneiros e seus apoiadores revelam a verdade que essas elites querem ocultar. Os protestos se espalharam por 25 estados até o momento e o apoio popular é intenso. Movimentos políticos e sociais oportunistas e aproveitadores já tentaram distorcer e perverter o movimento legítimo para suas causas partidárias, felizmente sem sucesso.

O Brasil precisa mudar e os caminhoneiros tem um movimento legítimo com apoio do povo, polícias, forças militares e diferentes classes profissionais. Precisamos nos unir a eles contra partidos e políticos corruptos e seus impostos e leis abusivas. Somos poderosos unidos e juntos vamos abalar as oligarquias que sufocam o povo.

Heder Duarte.
Maio/2018.