Busca pela categoria "Agricultura"
Sebrae registra resultados positivos na produção de manga em Livramento, Ituaçu e Dom Basílio
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Agricultura 31 Jul 2021 - 08:31
Sebrae registra resultados positivos na produção de manga em Livramento, Ituaçu e Dom Basílio

A consultoria "Melhoria do processo produtivo agrícola", oferecida Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), dentro do projeto Agronordeste, realizada nos últimos oito meses, trouxe benefícios para as próximas colheitas de produtores de manga do Sudoeste baiano. A ação, que contempla 44 fruticultores dos municípios da região de Livramento de Nossa Senhora, Dom Basílio, Ituaçu, Guanambi, Sebastião Laranjeiras e Urandi, tem como objetivo analisar a cultura da região e pontuar melhorias no processo produtivo. Durante a consultoria, os produtores recebem soluções práticas e tecnologias para aprimorar a sanidade e o combate às doenças que afetam as plantações, bem como aumentar a produtividade da cultura com uma maior qualidade do fruto tropical. O SEBRAE contou com a parceria das prefeituras municipais da região e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), que indicaram os produtores que se encaixavam no perfil da consultoria. Mensalmente, esses produtores receberam as visitas de agrônomos, que analisavam os pomares e indicavam as medidas para a melhoria da produção. De acordo com os consultores da SEBRAE, como a manga é uma cultura “safreira”, ou seja, o fruticultor pode escolher em que época vai produzir, o momento de iniciar a consultoria é determinante para a obtenção de resultados satisfatório. "O trabalho nutricional e de tratos culturais, que impacta diretamente os resultados da próxima safra, deve ser realizado na fase vegetativa, iniciada após a colheita da safra anterior e a emissão da próxima panícula de florescimento", orientam.

Bahia tem o maior crescimento da área agrícola no Nordeste
Foto: Reprodução
Agricultura 17 Mar 2021 - 22:09
Bahia tem o maior crescimento da área agrícola no Nordeste

Entre 2000 e 2018, a Bahia registrou, em números absolutos, o maior crescimento da área agrícola no Nordeste. Com isso, o estado tem o 6° maior resultado do país. É o que aponta um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quarta-feira (17). De acordo com o IBGE, durante os 18 anos, o território baiano destinado à agricultura cresceu 87,4%, passando de 16.808 para 31.490 km². A expansão da fronteira agrícola, sobretudo na região oeste, foi apontada como o processo que mais modificou o uso e cobertura da terra no estado, no período. Mesmo em termos relativos, o crescimento da área agrícola na Bahia (87,4%) ficou entre os dez maiores do país, em 9° lugar. Porém, de acordo com o órgão, apesar do avanço da área dedicada à agricultura, a Bahia tinha, em 2018, apenas 5,6% dos seus 564.723 km² ocupados pela atividade (eram 3,0% em 2000), 12ª participação entre os 27 estados. A expansão agrícola foi, por outro lado, o principal fator que levou a Bahia a perder 29,4 mil km² de vegetação nativa em 18 anos. Foi a 5ª maior redução absoluta do país, concentrada nas áreas campestres, principalmente no cerrado do oeste do estado.

Governo disponibiliza mais de R$ 74 mi para pagamentos do Garantia-Safra
Foto: Reprodução
Agricultura 12 Fev 2021 - 07:26
Governo disponibiliza mais de R$ 74 mi para pagamentos do Garantia-Safra

O Ministério da Agricultura liberou mais de R$ 74.992.100,00 milhões para pagamento do Garantia-Safra a 88.226 agricultores familiares, de acordo com portaria publicada na quinta-feira (11) no Diário Oficial da União. O programa busca amparar famílias que tenham sofrido perdas na lavoura por causa de estiagem ou enchentes. Foram beneficiados agricultores de 142 municípios dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe, que vão receber uma parcela de R$ 850,00.

Quem pode receber o benefício?

Os agricultores que tenham uma renda mensal de até 1 salário mínimo e meio, quando sofrerem perdas de produção em seus municípios igual ou superior a 50%. O pagamento do programa é realizado obedecendo o calendário de pagamentos dos demais benefícios sociais.