Busca pela categoria "Brasil"
Bolsonaro confirma que não vai tomar a vacina contra a Covid-19
Foto: Marcos Corrêa/PR
Brasil 14 Out 2021 - 22:11
Bolsonaro confirma que não vai tomar a vacina contra a Covid-19

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, na quarta-feira (13), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não vai se vacinar contra a Covid-19. “Eu decidi não tomar mais a vacina. Estou vendo novos estudos, a minha imunização está lá em cima…”. Segundo o presidente, “não teria cabimento” se imunizar. “Para que vou tomar vacina? Seria a mesma coisa de você jogar na loteria 10 reais para ganhar dois”. acrescentou ele, que em declarações públicas e entrevistas anteriores já havia dito que seria o último brasileiro a se vacinar no país. Bolsonaro também chegou a questionar a eficácia das vacinas quando testou positivo para Covid-19, em agosto do ano passado. Além de não incentivar a vacinação, o presidente também sempre foi contra as medidas de proteção sanitárias como o uso de máscaras e o distanciamento social.

PP aguardará resposta de Bolsonaro sobre filiação até novembro
Foto: Isac Nóbrega/Presidência
Brasil 11 Out 2021 - 18:15
PP aguardará resposta de Bolsonaro sobre filiação até novembro

Lideranças do PP aguardarão até novembro uma definição de Jair Bolsonaro sobre filiação ou não ao partido, diz o site O Antagonista. Segundo a publicação, o presidente da sigla e atual ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, é quem conduz as conversas, evitando fazer alarde. Quando questionado por correligionários sobre as chances de o presidente da República se filiar, ele tem dito, nos bastidores, que as negociações estão “caminhando bem”. Na semana passada, André Fufuca, que está no comando do PP, afirmou a este site que, de 0 a 10, a possibilidade de filiação do presidente estava em 9. A praticamente um ano das eleições, Bolsonaro, que já foi filiado ao PP, ainda não tem um partido para concorrer à reeleição, após a fracassada tentativa de criar o Aliança pelo Brasil.

Outubro é mês de conscientização sobre Epidermólise Bolhosa. Você sabe o que é?
Conheça mais sobre uma linda história de amor e muita dedicação. Siga: @jardimdasborboletas_
Brasil 07 Out 2021 - 16:39
Outubro é mês de conscientização sobre Epidermólise Bolhosa. Você sabe o que é?

Em outubro se comemora muitas datas especiais e para as pessoas borboletas é um mês destinado à conscientização e conhecimento sobre a Epidermólise Bolhosa (ou EB como é mais facilmente conhecida), uma doença rara, incurável, não contagiosa e causadora de feridas por toda a pele - comparadas a queimaduras de 3º grau. Quem é diagnosticado com EB é carinhosamente chamado de pessoa borboleta, fazendo analogia da pele extremamente sensível às asas do inseto. 

A doença requer um tratamento muito difícil e inacessível para muitos. Existe um grandioso trabalho realizado pela ONG Jardim das Borboletas, que garante todo apoio necessário a 100 portadores de EB e a sua família, distribuídos por todo país. Por meio da ONG é oferecido assistência médica, cirúrgica, nutricional, psicológica, jurídica, de assistência social, além compras de equipamentos, reformas adaptativas em residências etc., com envio mensal da caixinha com todos os itens necessários ao tratamento (medicamentos, suplementos alimentares, cosméticos especiais).  

Neste mês de outubro, o Jardim das Borboletas lançou a campanha "Eu também sou criança, uma criança borboleta", com o intuito de comemorar o Dia das Crianças entre os assistidos - maioria criança; tornar a Epidermólise Bolhosa mais conhecida, desconstruindo os preconceitos que a envolvem; mostrar o trabalho desenvolvido pela ONG Jardim das Borboletas; e especialmente arrecadar curativos de silicone, item necessário ao tratamento diário do paciente e de alto custo: 750 reais a caixa, tendo assistido que necessita de até 3 caixas / dia.  

A campanha surgiu com a ideia de reverter uma queda de 50% das doações, causada em consequência da crise econômica nos últimos dois anos e que vem abalando a atuação do Jardim das Borboletas - uma Organização Não Governamental (ONG), pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, com sede no município de Caculé-BA. Neste ano, o Jardim das Borboletas completa 5 anos de assistência com ampliação em número de assistidos, garantido atendimentos que podem chegar a um valor de R$ 50 mil / mês por paciente. A quem desejar participar dessa campanha, pode doar através do PIX 28.413.544/0001-02 (CNPJ) ou entrar em contato com o (77) 9 8815-2565 para mais informações. Conheça mais esse projeto solidário, acesse ongjardimdasborboletas.com. Siga: @jardimdasborboletas_ , acesse ongjardimdasborboletas.com. Faça parte dessa corrente do bem! 

Corte de energia por falta de pagamento da conta de luz volta a ser permitido a partir de outubro
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Brasil 30 Set 2021 - 19:47
Corte de energia por falta de pagamento da conta de luz volta a ser permitido a partir de outubro

O corte de energia por falta de pagamento no caso dos consumidores de baixa renda voltou a ser permitido a partir da próxima sexta (1º). Em abril, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) suspendeu o corte de luz por inadimplência para os beneficiários da tarifa social em razão da crise provocada pela pandemia do coronavírus. Inicialmente, a medida valeria até 30 de junho, mas foi prorrogada pela agência até 30 de setembro. Segundo a Aneel, não há previsão de outro adiamento. Antes de suspender o fornecimento de energia, a distribuidora deve encaminhar notificação ao consumidor. Essa notificação deve ser “escrita, específica e com entrega comprovada ou, alternativamente, impressa em destaque na fatura”. O envio deve ser feito com antecedência mínima de 15 dias.

Após um mês internado, Pelé recebe alta em São Paulo
Foto: Antônio Milena/Veja
Brasil 30 Set 2021 - 19:39
Após um mês internado, Pelé recebe alta em São Paulo

O ex-jogador de futebol Edson Arantes Nascimento, Pelé, de 80 anos, recebeu alta hospitalar nesta quinta (30). Ele estava internado há um mês no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital paulista, após passar por uma cirurgia para remover um tumor no cólon direito. Segundo o Boletim médico ele "encontra-se estável e seguirá em quimioterapia, após a cirurgia de retirada de tumor no intestino, realizada em 04 de setembro". Pelé foi hospitalizado em 31 de agosto para fazer exames anuais de rotina que haviam sido adiados em 2020, em razão da pandemia de Covid. Durante o procedimento, o tumor foi identificado.

Preço da cerveja vai aumentar a partir dessa sexta-feira (1º)
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Brasil 30 Set 2021 - 18:59
Preço da cerveja vai aumentar a partir dessa sexta-feira (1º)

A cerveja ficará mais cara. A Ambev, dona de marcas como Skol, Brahma, Antarctica, Bohemia e Stella Artois, aumentou o preço de seus produtos e já repassou o reajuste a logistas e distribuidores. Para O Globo, a cervejaria confirmou que os ajustes vão variar “de acordo com as regiões, marca, canal de venda e embalagem”. Via assessoria de imprensa, a empresa afirmou que os novos valores serão praticados já em outubro, a partir de sexta-feira, e que faz, periodicamente, ajustes nos preços de seus produtos. Não deu, no entanto, nenhum outro detalhe. “Há uma pressão dos custos muito grande, tanto para a Ambev, neste caso específico, quanto para os bares e restaurantes. O combustível, a energia, os insumos, entre outros, estão mais caros. Por isso, acredito que este reajuste chegará ao consumidor final imediatamente”, disse Paulo Solmucci, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), que cita dado de São Paulo sobre o mercado: “Cerca de 37% dos bares e restaurantes do país estão tendo prejuízo. Em São Paulo, essa porcentagem é de 50%. Por isso, acredito que o aumento da cerveja em São Paulo será de até 10%. No Rio, acredito que esse reajuste será menor, em torno de 7%”. Via nota, a associação comentou que “todo aumento de custo dificulta ainda mais a vida do setor, sobretudo em um momento em que este está pressionado por aumento no custo de alimentos, luz, aluguel e, inclusive, o combustível, que afeta diretamente o delivery”. Assim, “é mais um custo que vai pesar para o setor, o que certamente não é positivo, e que é muito difícil não repassar custo”.

Câmara aprova auxílio Gás Social para famílias de baixa renda
Foto: Agência Brasil
Brasil 30 Set 2021 - 18:13
Câmara aprova auxílio Gás Social para famílias de baixa renda

A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (29) a proposta que cria o auxílio Gás Social a fim de subsidiar o preço do gás de cozinha para famílias de baixa renda. A matéria segue para análise do Senado. O texto estabelece que o Ministério da Cidadania terá 60 dias para regulamentar os critérios para definir as famílias a serem contempladas, a periodicidade do benefício, a operacionalização do benefício e a forma de pagamento, cujas parcelas não podem passar de 60 dias de intervalo. Pelo texto, o Poder Executivo será autorizado a pagar o auxílio diretamente às famílias beneficiadas na modalidade de transferência de renda. A matéria assegura um benefício mensal às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo ou que tenham entre os seus integrantes pessoa que receba benefício de prestação continuada (BPC). Os créditos poderão ser concedidos por meio de cartão eletrônico ou outro meio previsto na regulamentação. Segundo o projeto, a primeira fonte de recursos para assegurar a medida é a parcela dos royalties e de participação especial, decorrentes da exploração de petróleo e gás natural que cabe à União. De acordo com o relator, deputado Christiano Aureo (PP-RJ), o preço do gás tem sido impactado, entre outros fatores, pela desvalorização do real frente ao dólar.

Bancos têm até dia 4 para limitar PIX noturno a R$ 1 mil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Brasil 24 Set 2021 - 10:03
Bancos têm até dia 4 para limitar PIX noturno a R$ 1 mil

Até 4 de outubro, as instituições financeiras deverão estabelecer o limite de R$ 1 mil para as transferências e pagamentos feitos por pessoas físicas entre as 20h e as 6h. A data de início das restrições foi aprovada nesta quinta-feira (23) pelo Banco Central (BC). As empresas não serão afetadas pela medida. A limitação das transações físicas havia sido anunciada em agosto pelo BC para reduzir os casos de sequestros e roubos noturnos, após pedidos das próprias instituições financeiras. O teto de R$ 1 mil para as operações noturnas vale tanto para o PIX, sistema de pagamento instantâneo em funcionamento há dez meses, como para outros meios de pagamento. Transferências via TED, DOC, pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos também passarão a obedecer a esse limite. O cliente poderá alterar os limites das transações por meio dos canais de atendimento eletrônico das instituições financeiras. No entanto, os aumentos passarão a ser efetivados por pelo menos 24 horas após o pedido, em vez de concedidos instantaneamente, como fazem alguns bancos. Essa medida também deverá entrar em vigor até 4 de outubro. Até essa data, as instituições financeiras deverão oferecer aos clientes a opção de cadastrar previamente contas que poderão receber transferências acima dos limites estabelecidos. O BC também obrigará as instituições financeiras a fazer registro diário das ocorrências de fraude ou de tentativas de fraude nos serviços de pagamento. A lista também deverá conter as medidas adotadas para corrigir ou resolver os problemas.

Até 16 de novembro, essa medida deverá ser implementada. Com base nos registros, os bancos e as demais instituições deverão produzir um relatório mensal que consolide as ocorrências e as ações adotadas.

Ipec: Lula lidera intenções de voto à Presidência com mais de 20 pontos à frente de Bolsonaro
Foto: Reprodução
Brasil 23 Set 2021 - 09:14
Ipec: Lula lidera intenções de voto à Presidência com mais de 20 pontos à frente de Bolsonaro

Pesquisa do Ipec divulgada nesta quarta-feira (22) pelo Jornal Nacional (TV Globo) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lideraas intenções de voto na disputa eleitoral para a Presidência da República em 2022. Segundo o levantamento, que analisou dois possiveis cenários, o petista aparece com mais de 20 pontos percentuais à frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O quadro é de estabilidade em relação à pesquisa anterior. Na primeira simulação de possiveis candidatos, Lula apresenta 48%, Bolsonaro, 23%, Ciro Gomes (PDT), 8%, João Doria (PSDB), 3%, e Luiz Henrique Mandetta (DEM), 3% de intenções. Os votos brancos ou nulos somam 10%. Não sabem ou preferiram não responder são 4%. O levantamento foi feito entre os dias 16 e 20 de setembro e a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. No segundo cenário analisado pelo instituto, com outros concorrentes, Lula teria 45% das intenções de voto, e Bolsonaro aparece com 22%. Ciro Gomes, com 6%, vem na sequência; o ex-juiz Sergio Moro teria 5%; o apresentador José Luiz Datena aparece com 3% das intenções; o governador de São Paulo, João Doria, tem 2%; Mandetta tem 1%; o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, teria 1%; e o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e a também senadora Simone Tebet (MDB-MS) não pontuam. Brancos e nulos somam 9%. Não sabe ou não responderam somam 5% dos eleitores ouvidos pela pesquisa do Ipec. Para este levantamento, o instituto ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. O nível de confiança é de 95%. Na pesquisa anterior do Ipec, em junho, o ex-presidente Lula aparecia com 49% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro.

Concurso do Banco do Brasil ocorre neste domingo (26); consulte seu local de prova
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Brasil 22 Set 2021 - 21:25
Concurso do Banco do Brasil ocorre neste domingo (26); consulte seu local de prova

O concurso para as 4.480 vagas no Banco do Brasil ocorre neste domingo (26). Ao todo, serão 2.240 imediatas e 2.240 para formação de cadastro de reserva, para todos os estados e Distrito Federal. Os salários iniciais são de R$ 3.022,37, para jornada de 30 horas semanais. O banco oferece ainda auxílio-refeição de R$ 831,16 por mês além de cesta alimentação no valor mensal de R$ 654,87. A banca é organizada pela Fundação Cesgranrio. As informações podem ser conferidas no site, por meio do preenchimento do CPF e senha, cadastrados no ato da inscrição. Clique aqui para saber seu local de prova .

Morre o ator Luis Gustavo, aos 87 anos
Foto: Raquel Cunha/TV Globo
Brasil 19 Set 2021 - 15:04
Morre o ator Luis Gustavo, aos 87 anos

Morreu o ator Luis Gustavo, aos 87 anos, em decorrência de um câncer. A notícia foi dada pelo ator Cassio Gabus Mendes, sobrinho dele, no Instagram. Informo que meu querido Tatá faleceu hoje, vítima de câncer. Descanse na luz e na paz! Obrigado por tudo, meu amado tio. Luis Gustavo começou sua carreira de ator nos anos 1950. Seu primeiro papel de grande destaque foi o Beto Rockfeller na novela de mesmo nome, da TV Tupi. Depois disso, emendou novelas e filmes. Alguns de seus personagens  mais marcantes foram o costureiro Ariclenes Almeida/Victor Valentin na primeira versão de "Ti-ti-ti", o playboy Ricardo em "Anjo mau", o radialista corrupto Juca Pirama em "O Salvador da Pátria" e mais recentemente, o tio Vavá, de "Sai de baixo". Seu personagem mais memorável foi o atrapalhado detetive particular Mário Fofoca, de "Elas por elas", novela de seu cunhado Cassiano Gabus Mendes. Seu sucesso foi tão grande, que o personagem estrelou um seriado homônimo e o filme "As aventuras de Mário Fofoca", além de aparecer na segunda versão de "ti-ti-ti", no ar no Vale a Pena Ver de Novo. Seus últimos trabalhos na TV foram "Brasil a bordo" e "Malhação: Vidas brasileiras", ambos exibidos em 2018 na Globo.

Alexandre Frota pede ‘CPI da facada’ para apurar crime cometido contra Bolsonaro
Foto: Reprodução / Twitter
Brasil 13 Set 2021 - 11:53
Alexandre Frota pede ‘CPI da facada’ para apurar crime cometido contra Bolsonaro

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB), que é ex-aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), anunciou, nesta segunda-feira (13), que vai protocolar na Câmara dos Deputados um pedido de abertura da “CPI da Facada”. De acordo com Frota, o objetivo é apurar o crime ocorrido em setembro de 2018, quando Bolsonaro estava em campanha presidencial. O parlamentar, que foi eleito na onda bolsonarista, disse estar convencido de que tudo não passa de uma armação de Bolsonaro. “Estou agora na primeira hora protocolando pedido de abertura da CPI da Facada. Estou convencido de que foi uma armação. Aproveitaram a doença que esse sujeito [Adélio Bispo, autor da facada] tinha na época e criaram essa narrativa do atentado. Ele foi de 8 segundos de TV para 24 horas de TV”, escreveu Frota em sua conta no Twitter.

Bolsonaro divulga 'Declaração à Nação' e diz que não teve 'intenção de agredir' poderes
Foto: Pedro Ladeira
Brasil 09 Set 2021 - 19:21
Bolsonaro divulga 'Declaração à Nação' e diz que não teve 'intenção de agredir' poderes

O presidente Jair Bolsonaro divulgou nesta quinta-feira (9) um texto intitulado "Declaração à Nação" no qual afirma que nunca teve "intenção de agredir quaisquer dos poderes". Segundo o texto, "as pessoas que exercem o poder não têm o direito de 'esticar a corda', a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia". Em ato político na última terça-feira (7), em São Paulo, Bolsonaro afirmou que não mais cumpriria decisões do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. "Dizer a vocês que, qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, este presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou, ele tem tempo ainda de pedir o seu boné e ir cuidar da sua vida. Ele, para nós, não existe mais", declarou Bolsonaro a um público de apoiadores. O presidente da República chegou a fazer uma ameaça ao presidente do STF, ministro Luiz Fux: "Ou o chefe desse poder enquadra o seu [Alexandre de Moraes] ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos". A divulgação da "Declaração à Nação" foi um conselho a Bolsonaro do ex-presidente Michel Temer. Na manhã desta quinta, Bolsonaro mandou um avião para São Paulo, a fim de buscar o ex-presidente para um almoço no qual discutiram a crise institucional. Temer orientou Bolsonaro a divulgar um "manifesto de pacificação". No texto, o presidente credita a crise institucional a "discordâncias" em relação a decisões de Alexandre de Moraes e afirma que essas questões "devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal".

Leia abaixo a íntegra do texto divulgado por Bolsonaro.

Declaração à Nação

No instante em que o país se encontra dividido entre instituições é meu dever, como Presidente da República, vir a público para dizer:

1. Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar.

2. Sei que boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das fake news.

3. Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de “esticar a corda”, a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia.

4. Por isso quero declarar que minhas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.

5. Em que pesem suas qualidades como jurista e professor, existem naturais divergências em algumas decisões do Ministro Alexandre de Moraes.

6. Sendo assim, essas questões devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art 5º da Constituição Federal.

7. Reitero meu respeito pelas instituições da República, forças motoras que ajudam a governar o país.

8. Democracia é isso: Executivo, Legislativo e Judiciário trabalhando juntos em favor do povo e todos respeitando a Constituição.

9. Sempre estive disposto a manter diálogo permanente com os demais Poderes pela manutenção da harmonia e independência entre eles.

10. Finalmente, quero registrar e agradecer o extraordinário apoio do povo brasileiro, com quem alinho meus princípios e valores, e conduzo os destinos do nosso Brasil.

DEUS, PÁTRIA, FAMÍLIA

Jair Bolsonaro
Presidente da República federativa do Brasil

 

Desobediência de Bolsonaro a decisões do STF será crime de responsabilidade, diz Fux
Foto: Nelson Jr./SCO/STF
Brasil 08 Set 2021 - 16:17
Desobediência de Bolsonaro a decisões do STF será crime de responsabilidade, diz Fux

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Luiz Fux, afirmou que a ameaça do presidente Jair Bolsonaro de descumprir decisões judiciais do ministro Alexandre de Moraes, se for confirmada, configura "crime de responsabilidade". A declaração de Fux foi feita em discurso na abertura da sessão do plenário da corte desta quarta-feira (8). "Se o desprezo às decisões judiciais ocorre por iniciativa do Chefe de qualquer dos Poderes, essa atitude, além de representar atentado à democracia, configura crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso Nacional", afirmou Fux. "Ninguém fechará esta Corte. Nós a manteremos de pé, com suor e perseverança", afirmou o presidente do Supremo. Diante de milhares de apoiadores no 7 de Setembro, Bolsonaro reiterou ameaças golpistas contra o STF, exortou a desobediência a decisões da Justiça e disxe que só sairá morto da Presidência da República.  Segundo Fux, "um ambiente político maduro, questionamentos às decisões judiciais devem ser realizados não através da desobediência, não através da desordem, e não através do caos provocado, mas decerto pelos recursos, que são as vias processuais próprias". "Ofender a honra dos ministros, incitar a população a propagar discursos de ódio contra a instituição do Supremo Tribunal Federal e incentivar o descumprimento de decisões judiciais são práticas antidemocráticas, ilícitas e intoleráveis, que não podemos tolerar em respeito ao juramento constitucional que fizemos ao assumir uma cadeira na Corte", afirmou o ministro.

WhatsApp doa plataforma para consórcio de prefeitos tratar de ações relativas à Covid-19
Brasil 08 Set 2021 - 13:00
WhatsApp doa plataforma para consórcio de prefeitos tratar de ações relativas à Covid-19

Uma plataforma para que o Consórcio Conectar da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), junto aos 2.500 municípios associados, possa articular ações na área da Saúde voltadas à imunização e ao combate à Covid-19, foi doada pelo WhatsApp. O secretário-executivo do Conectar, Marcelo Cabral, afirmou que o WhatsApp deverá ser o meio oficial de comunicação entre o consórcio, secretarias de Saúde e prefeitos para tratar de questões técnicas, tirar dúvidas e avisar sobre a chegada de lotes de vacinas. ”Muitas das cidades não têm e-mail institucional, por isso há muita dúvida se as mensagens são autênticas”. A possibilidade de enviar mensagens a cerca de oito mil pessoas, incluindo prefeitos e secretários municipais; criar filtros para grupos de destinatários entre esses perfis; uso de chatbot para atutomarizar conversas; e uma conta verificada estão entre as ferramentas oferecidas ao consórcio. De acordo com  o FNP, o primeiro edital para a compra de material hospitalar do consórcio será publicado nesta semana. Vão ser comprados pelos municípios 64 milhões de itens, incluindo seringas, agulhas e equipamentos de proteção. O custo estimado é de R$ 178 milhões e a previsão é que a aquisição em conjunto proporcione redução de, ao menos, 15% nos custos, conforme informações da entidade.