Categoria: Caraíbas

  • Foto: Carol Garcia/ Gov da Bahia
  • 25 // Mar // 2024
  • 10h00

Casal é condenado por homicídio e ocultação de cadáver em Caraíbas

Dois anos após o crime, João Paulo Rosa Amorim e Manoel Nascimento dos Santos foram condenados por homicídio e ocultação de cadáver em Caraíbas, no sudoeste da Bahia. A sentença, datada de 20 de março, impôs a João Paulo pena de 20 anos e seis meses de prisão pelos dois crimes, enquanto Manoel recebeu um ano e oito meses de prisão pela ocultação de cadáver. O promotor de Justiça Marco Aurélio Rubick da Silva, responsável pela acusação, destacou que o crime foi motivado por razões torpes e ocorreu sem chance de defesa para a vítima, cujo corpo foi escondido em uma cisterna. Segundo as investigações, Jussara Lima, amiga do casal, foi morta durante uma discussão porque João Paulo suspeitava que ela estivesse flertando com Manoel. O crime aconteceu na residência do casal, onde João Paulo atacou a vítima com um machado e, com a ajuda de Manoel, ocultou o corpo em uma fossa no quintal, cobrindo o local com cimento para evitar descobertas. O crime veio à tona quando vizinhos notaram o mau cheiro e encontraram o corpo.