Categoria: Malhada

  • Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • 29 // Mai // 2024
  • 08h00

Homem é condenado a mais de 7 anos de prisão por matar sobrinho em Malhada

Júlio de Jesus Lopes, conhecido como “Durico”, de 40 anos, foi condenado a 7 anos, 5 meses e 5 dias de reclusão na tarde desta terça-feira (28) por assassinar o sobrinho Willian de Jesus Silva, de 24 anos, com golpes de faca. O crime ocorreu em março de 2021, no Distrito de Canabrava, zona rural de Malhada. Durante uma acalorada sessão do Tribunal do Júri da Comarca de Carinhanha, “Durico” enfrentou as acusações do Ministério Público pelo crime de homicídio. O MP defendeu veementemente a condenação conforme a denúncia. Enquanto isso, a defesa argumentou em favor da legítima defesa putativa, do privilégio e da falta de provas das qualificadoras. Os jurados, por maioria, corroboraram a materialidade e autoria dos delitos. Embora tenham reconhecido o privilégio, optaram por não considerar a qualificadora do motivo fútil. Ao término do julgamento, presidido pelo juiz Arthur Antunes Amaro Neves, “Durico” foi imediatamente encaminhado ao presídio de Brumado para cumprimento da sentença.

  • Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • 14 // Mai // 2024
  • 14h45

Mulher é atingida por bala perdida durante confusão em zona rural de Malhada

Uma mulher de 39 anos, identificada como Rosana Lopes Porto, foi atingida por uma bala perdida durante uma confusão que ocorreu na noite de domingo (12) no Distrito de Canabrava, zona rural de Malhada, no sudoeste da Bahia. A confusão envolveu dois homens, Cleiton da Silva Porto, conhecido como “Cleitinho de Lirão”, e Rogério de Jesus Cardoso, de 26 anos. Segundo relatos, a briga teve início devido a uma rixa antiga entre eles. Cleitinho estava armado com uma pistola e Rogério com uma foice, momento em que os disparos começaram. Rosana estava sentada na porta de sua residência, localizada na Praça do PT, quando a confusão começou. Testemunhas relataram que a filha de Rosana estava próxima, comendo um espetinho ao lado da casa. Desesperada para proteger sua filha, Rosana saiu correndo e acabou sendo atingida pela bala perdida. Ela foi encaminhada ao Hospital Municipal São Geraldo (HMSG), mas infelizmente veio a óbito após dar entrada na unidade hospitalar. Rogério também foi ferido durante o incidente, sendo alvejado no queixo e encontrando-se hospitalizado. Segundo informações da Polícia Militar do 2º Pelotão da 3ª CIA do 17º BPM de Guanambi, Rogério afirmou que Cleitinho foi o autor dos disparos e que ele próprio ficou ferido por golpes de faca. Durante as investigações, a PM conseguiu localizar e apreender a arma do crime, uma pistola, que foi deixada pelo suspeito durante a fuga. O corpo de Rosana foi encaminhado para exame de necropsia no Instituto Médico Legal de Guanambi. A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso e determinar as responsabilidades pelo trágico acontecimento.