Busca pela categoria "Economia"
Paulo Guedes diz que dólar deveria estar descendo, mas barulho político não deixa
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Economia 14 Set 2021 - 22:56
Paulo Guedes diz que dólar deveria estar descendo, mas barulho político não deixa

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira (14) que o dólar deveria estar descendo, mas isso não ocorre porque o “barulho político” não deixa. Segundo ele, o câmbio de equilíbrio no país deveria ser entre R$ 3,80 e R$ 4,20. Segundo o jornal Folha de São Paulo, membros do Ministério da Economia vinham demonstrando preocupação com a radicalização de discursos do presidente Jair Bolsonaro, sob a avaliação de que os ataques feitos pelo mandatário impactam indicadores econômicos e o dólar, atingem diretamente a população e dificultam a retomada da atividade. Analistas de mercado compartilham dessa avaliação. Em evento do BTG Pactual, Guedes disse que “os atores comentem excessos”, citando como exemplo Bolsonaro e ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). Para ele, o dólar deveria estar em outra trajetória. “Estamos indo para meio trilhão de dólares de corrente de comércio com o mundo, nunca aconteceu antes, US$ 100 bilhões na balança comercial, nunca aconteceu antes. […] Então, esse dólar já era para estar descendo mesmo, mas o barulho político não deixa descer”, disse. Segundo o ministro, o atual governo corrigiu fundamentos da economia ao alterar a trajetória de gastos públicos. Segundo ele, esse cenário levaria os juros a patamares mais baixos e o dólar a um valor um pouco mais alto. Para o ministro, no entanto, esse valor de equilíbrio deveria ser mais baixo atualmente. “O câmbio de equilíbrio devia ser hoje uns R$ 4,00, R$ 3,80 se estivesse tudo normal”, disse. Nesta terça, a moeda americana operou em R$ 5,25.

Governo deve prever salário mínimo em torno de R$ 1.170 em 2022
Foto: Reprodução
Economia 26 Ago 2021 - 20:00
Governo deve prever salário mínimo em torno de R$ 1.170 em 2022

O governo deve estimar que o salário mínimo subirá para aproximadamente R$ 1.170 no próximo ano. O valor, porém, tende a ser revisado para cima até o fim do ano, pois a equipe econômica usou parâmetros de inflação defasados para prever a correção do piso salarial, que hoje é de R$ 1.100 por mês. O cálculo do reajuste considera que a inflação (medida pelo INPC) será de 6,2% neste ano. No entanto, as projeções do mercado já apontam para uma inflação acima de 7%. A nova estimativa para o salário mínimo deve estar na proposta de Orçamento de 2022, a ser enviada ao Congresso até o dia 31 de agosto. O projeto orçamentário, portanto, estará distante de um cenário realista. O texto trará parâmetros macroeconômicos defasados e não incluirá medidas tratadas como prioritárias pelo governo, mas que ainda estão em negociação, como a ampliação do Bolsa Família. O governo enviará a proposta ao Legislativo para respeitar o prazo previsto em lei, mas já conta que mudanças terão que ser feitas no texto durante a tramitação, até o fim do ano.

Petrobras sobe preço da gasolina nas refinarias a partir desta quinta-feira (12)
Foto: Reprodução
Economia 11 Ago 2021 - 16:31
Petrobras sobe preço da gasolina nas refinarias a partir desta quinta-feira (12)

A Petrobras informou nesta quarta-feira (11/08) que vai aumentar o preço da gasolina nas refinarias a partir de quinta-feira (12). O diesel segue sem reajuste. O preço médio do litro da gasolina vai subir de R$ 2,69 para R$ 2,78, uma alta de 3,3%. É o segundo aumento praticado pela estatal na gestão de Joaquim Silva e Luna. O último reajuste foi realizado no início de julho. “A partir de amanhã, 12/08, acompanhando a elevação nos patamares internacionais de preços, e de forma a garantir que o mercado siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento, o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará a ser de R$ 2,78 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,09 por litro”, informou a estatal em nota. O repasse dos reajustes nas refinarias aos consumidores finais nos postos não é garantido, e depende de uma série de questões, como margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro e biodiesel. Em abril, o general Joaquim Silva e Luna assumiu o comando da estatal depois que o presidente Jair Bolsonaro fez uma série de críticas aos reajustes de preços de combustíveis praticados na gestão de Roberto Castello Branco.

Banco Central abre caminho para uso do Pix pelo WhatsApp e em e compras online
Foto: Shutterstock
Economia 22 Jul 2021 - 17:46
Banco Central abre caminho para uso do Pix pelo WhatsApp e em e compras online

O Banco Central (BC) divulgou mudanças na regulamentação do Pix nesta quinta-feira (22) que devem abrir caminho para que aplicativos de mensagem, como o WhatsApp, passem a usar o serviço e comércios on-line ofereçam processos mais simplificados de pagamento instantâneos. O inicio da implementação da funcionalidade está marcado para 30 de agosto. Com uma resolução, o BC criou a figura de iniciador de pagamentos do Pix. Diferente de um banco ou fintech em que o cliente tem uma conta transacional, o iniciador de pagamentos servirá justamente apenas para iniciar um pagamento entre duas partes. Por exemplo, se o WhatsApp decidir aderir ao Pix, ele fará o meio de campo entre duas contas. Caso o cliente estiver em uma conversa com um amigo no aplicativo, ele poderá iniciar um pagamento via Pix dentro do WhatsApp sem precisar abrir o aplicativo do banco. Assim, somente a autenticação de quem está mandando o dinheiro seria feita no aplicativo do banco no celular.

Prefeitura de Ituaçu antecipa para hoje pagamentos a servidores públicos municipais
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Economia 18 Jun 2021 - 15:19
Prefeitura de Ituaçu antecipa para hoje pagamentos a servidores públicos municipais

Durante uma live realizada na noite de ontem (17), o Prefeito da cidade de Ituaçu, Phelipe Brito, anunciou a antecipação do pagamento de salário dos servidores públicos municipais para esta sexta-feira (18). Também foi anunciada pelo Gestor, a antecipação de 50% do 13º salário e 1/3 de férias aos professores. O pagamento, originalmente programado  para o último dia útil do mês, deve aumentar a movimentação financeira da cidade e beneficiar diretamente a população. Segundo Phellipe Brito, esse era um compromisso com a população ao qual se orgulha em honrar.

Guedes confirma que governo vai prorrogar auxílio emergencial por mais três meses
Foto: Reprodução
Economia 15 Jun 2021 - 15:27
Guedes confirma que governo vai prorrogar auxílio emergencial por mais três meses

O governo federal decidiu prorrogar por mais três meses o auxílio emergencial. A informação foi confirmada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ao Metrópoles.  A decisão foi acertada em reunião realizada na última semana no Palácio do Planalto pelos ministros Guedes, Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil) e Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral da Presidência). Ainda segundo as informações, os valores devem continuar os mesmos das atuais parcelas, variando entre R$ 150 e R$ 365. A prorrogação deve ser oficializada através de uma medida provisória (MP) nos próximos dias. A atual etapa do auxílio emergencial começou a ser paga em abril de 2021 e tem quatro parcelas, que se encerrarão em julho. As três novas parcelas vão de agosto a outubro.

Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 5
(Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)
Economia 24 Mai 2021 - 09:42
Auxílio emergencial é pago a beneficiários do Bolsa Família com NIS 5

Os beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 5 recebem nesta segunda-feira (24) a segunda parcela do auxílio emergencial 2021. Os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem, por quem recebe pela conta poupança social digital, ou sacados por meio do Cartão Bolsa Família ou do Cartão Cidadão. O recebimento dos recursos segue o calendário normal do Bolsa Família, pago nos últimos dez dias úteis de cada mês. A primeira parcela começou a ser depositada no último dia 18 e será paga até 31 de maio. Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site.

Trabalhadores nascidos em dezembro podem sacar auxílio emergencial
(Foto: Patrick Cassiano | Blog Regional)
Economia 17 Mai 2021 - 11:00
Trabalhadores nascidos em dezembro podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em dezembro podem sacar, a partir de hoje (17) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 29 de abril. Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro podia ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros. Com a retirada, a Caixa conclui o pagamento da primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial. A segunda rodada começou a ser depositada ontem (16) para os trabalhadores e inscritos no CadÚnico nascidos em janeiro. Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br. O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada. Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

PIX: Banco Central propõe saques gratuitos por mês e limite de R$ 500 por dia
Foto: Divulgação/Banco Central
Economia 10 Mai 2021 - 19:36
PIX: Banco Central propõe saques gratuitos por mês e limite de R$ 500 por dia

O Banco Central (Bc) abriu nesta segunda-feira (10) uma consulta pública para tratar sobre as novas modalidades do PIX. De acordo com a proposta inicial do BC, serão disponibilizadas duas novas modalidades: o PIX saque (transação exclusivamente para saque) e o PIX troco (que está associada a uma compra ou prestação de serviço).  A sugestão do BC é de que sejam liberadas quatro operações gratuitas por mês nessa novas modalidades. Além disso, o Banco Central informou que definirá o limite de valor máximo que o usuário poderá sacar por dia, a princípio estipulado em R$ 500,00. Segundo o Banco Central, a experiência do usuário será idêntica à de um pagamento via Pix: fará a leitura de um QR Code, autenticará o pagamento e comandará a transferência. Respeitado o limite diário de saques, que for fixado na consulta pública, as instituições participantes do PIX e os agentes de saque definirão em contrato bilateral as condições para a prestação do serviço. “Os estabelecimentos comerciais e demais agentes de saque terão liberdade de definir se querem ofertar apenas PIX Saque, apenas PIX Troco ou ambos; os dias e períodos que pretendem disponibilizar o serviço; informações sobre os valores (exemplo, apenas múltiplos de R$ 10), entre outros”, informou o BC.

Auxílio emergencial: Beneficiário poderá usar PIX para movimentar dinheiro
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Economia 22 Abr 2021 - 23:56
Auxílio emergencial: Beneficiário poderá usar PIX para movimentar dinheiro

O Banco Central informou nesta quinta-feira (22) que, a partir do dia 30 de abril, os trabalhadores que recebem o auxílio emergencial poderão utilizar o PIX para movimentar o benefício. O PIX é um sistema de transferências de recursos em tempo real, que funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, totalmente gratuito para pessoas físicas. “Tal excepcionalidade se faz necessária visando a proteção dos usuários, uma vez que tais recursos não podem ser objeto de descontos ou de compensações que impliquem a redução do valor do auxílio”, informou o Banco Central. O pagamento médio do auxilio emergencial é de R$ 250, mas os valores oscilam de R$ 175 a R$ 350. Os depósitos começaram a ser feitos em abril. No ano passado, foram pagos R$ 293 bilhões em auxílio emergencial pelo governo. Os pagamentos da primeira parcela do benefício, para todos os públicos, vão até o final do mês de abril.

Mega da Virada: prêmio não é resgatado e dinheiro vai para o Fies
Foto: Divulgação
Economia 02 Abr 2021 - 08:37
Mega da Virada: prêmio não é resgatado e dinheiro vai para o Fies

Mais de R$ 162,6 milhões – metade do prêmio pago na Mega da Virada do dia 31 de dezembro – serão repassados ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior (Fies), do Ministério da Educação, destino dos prêmios esquecidos. O prazo de 90 dias para resgate da bolada terminou na quarta-feira (31) e o ganhador ou ganhadora, que fez a aposta pela internet, não apareceu. O Procon de São Paulo chegou a notificar a Caixa Econômica Federal para que o banco identificasse o ganhador da Mega da Virada que não foi buscar o prêmio. Segundo o Procon, a Caixa tem meios para saber quem ganhou o dinheiro. “A aposta efetuada através de meio eletrônico demanda a realização de cadastro e a indicação de cartão de crédito como meio de pagamento”, diz a nota divulgada pelo órgão de defesa do consumidor. “Se é possível a identificação do apostador, a Caixa não pode comodamente aguardar o decurso do prazo e se apropriar do dinheiro. Caso o apostador esteja morto, o prêmio pertence aos seus herdeiros. E se a aposta foi feita por meio eletrônico, é dever da instituição financeira informar se não é possível identificar o seu autor”, ressaltou o diretor do Procon, Fernando Capez. No fim da tarde de ontem, o Procon-SP informou que a Caixa respondeu ao requerimento. Segundo a instituição financeira, o cadastro efetuado no ambiente virtual serve apenas para verificar se o interessado cumpre os requisitos para apostar em loterias, como CPF válido, maioridade civil e residência em território brasileiro, e não pode ser usado para encontrar ganhadores. O sorteio mais cobiçado do país teve apenas dois vencedores para dividir o valor recorde de R$ 325,2 milhões, mas só o ganhador de Aracaju já não deve se preocupar mais com boletos no fim do mês. Ele retirou o dinheiro que ganhou: R$ 162,6 milhões. Seu nome não foi revelado, como ocorre com todos os ganhadores das loterias da Caixa. Por incrível que pareça, não são raros os apostadores que deixam o prêmio para trás. Segundo a Caixa, somente em 2020, R$ 311,9 milhões em prêmios não foram resgatados. Os valores levam em conta todas as modalidades e faixas de premiação como Dupla-Sena, Quina, Lotofácil, Lotomania e Loteca, que não foram retiradas no prazo. Para retirar o prêmio, além do bilhete, é preciso apresentar documento de identificação, como o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Os números sorteados na Mega da Virada 2020 em dezembro último foram: 17 – 20 – 22 – 35 – 41 e 42.

Pagamento do abono salarial de 2020 é adiado para 2022
Foto: Reprodução/Veja
Economia 25 Mar 2021 - 07:40
Pagamento do abono salarial de 2020 é adiado para 2022

Por recomendação da Controladoria-Geral da União, os trabalhadores que deveriam receber o abono salarial de 2020 a partir do segundo semestre só terão acesso ao dinheiro em 2022. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou resolução que muda o calendário de pagamento do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Nos últimos anos, o benefício trabalhista começava a ser pago no segundo semestre de cada ano e terminava de ser pago no primeiro semestre do ano seguinte, obedecendo ao mês de nascimento do trabalhador, no caso do PIS, ou o dígito final da inscrição do servidor público, no caso do Pasep. Agora, o pagamento só começará no primeiro semestre do exercício fiscal seguinte. O Codefat também decidiu que, a partir de 2022, o abono será pago sempre no primeiro semestre de cada ano. As datas de pagamento só serão divulgadas no início do próximo ano, quando a base de dados enviada pelos empregadores a partir de outubro de 2021 terminar de ser processada e a lista de beneficiários for concluída. Segundo a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, a mudança foi necessária para evitar o descumprimento de regras contábeis e financeiras, impedindo que despesas fossem divididas em dois anos. O órgão afirma que a medida não teve objetivo fiscal, no entanto, o adiamento resultará na economia de R$ 7,45 bilhões neste ano. Tem direito ao abono salarial o trabalhador com carteira assinada que recebe até dois salários mínimos, esteja há pelo menos cinco anos inscrito no PIS/Pasep e tenha trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base. O valor do benefício varia conforme o número de meses trabalhados, atingindo o máximo de um salário mínimo (R$ 1,1 mil) para quem trabalhou os 12 meses no ano-base. O pagamento do abono salarial ano-base 2019 começou em julho de 2020 e terminou no dia 11 de fevereiro. Quem ainda não fez a retirada tem até 30 de junho para sacar o dinheiro. Após esse prazo, os recursos voltam para a conta do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Caixa registra 1,6 milhão de atualizações cadastrais no Caixa Tem
Economia 17 Mar 2021 - 22:15
Caixa registra 1,6 milhão de atualizações cadastrais no Caixa Tem

A atualização do aplicativo Caixa Tem que foi iniciada no último domingo (14), já foi concluída por 1,6 milhão de usuários. No momento as atualizações estão disponíveis para os nascidos em janeiro e fevereiro. Amanhã será a vez os beneficiários que nasceram em março. A ação tem o objetivo de oferecer mais segurança, vantagens e praticidade aos clientes. A atualização é feita totalmente pelo celular, não sendo preciso ir até uma agência do banco. Para isso, basta acessar o aplicativo e seguir as orientações. No próximo sábado (20), será a vez dos nascidos em abril. A atualização segue até o dia 31 de março, com os nascidos em dezembro.




Auxílio Emergencial: Beneficiários devem atualizar cadastro no Caixa Tem a partir desta quinta
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Economia 11 Mar 2021 - 17:31
Auxílio Emergencial: Beneficiários devem atualizar cadastro no Caixa Tem a partir desta quinta

A partir desta quinta-feira (11), os beneficiários do auxílio emergencial devem atualizar informações pessoais no aplicativo Caixa Tem. Segundo a Caixa Econômica Federal, o procedimento visa aumentar a segurança dos dados do cidadão, diminuindo o risco de fraudes. O processo será realizado por etapas, seguindo o mês de nascimento dos clientes. Hoje devem efetivar a atualização os usuários nascidos em janeiro e fevereiro. No dia 12 de março, os nascidos em março e abril; já no dia 15, será a vez dos nascidos em maio e junho. A atualização segue essa sequência até o dia 18 de março, com os nascidos em novembro e dezembro. O banco reforça que a atualização será feita inteiramente pelo celular, sem necessidade de se deslocar até a uma agência. Basta acessar a plataforma e seguir as orientações. O usuário deve acessar a opção “Atualize Seu Cadastro” no aplicativo e enviar a documentação solicitada. No ano passado, a liberação do benefício foi marcada pela atuação de criminosos. A Caixa reforça que quem tem direito a receber o auxílio emergencial e não fizer a atualização não correrá o risco de ter o benefício suspenso. O calendário poderá sofrer alterações por conta de uma atualização do sistema, mas o usuário que já tiver cadastrado as novas informações não terá de enviar os dados novamente.

Governo define valores do auxílio emergencial e deve pagar até R$ 375
Foto: Patrick Cassiano/Blog Regional
Economia 08 Mar 2021 - 07:37
Governo define valores do auxílio emergencial e deve pagar até R$ 375

O Governo Federal no sábado (6), os novos valores do auxílio emergencial, que será pago a trabalhadores brasileiros que perderam a renda durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com informações divulgadas pelo Portal R7, vazadas por uma fonte do Ministério da Economia, o benefício vai chegar a R$ 375 para mulheres chefe de família, enquanto os homens sozinhos e sem filhos vão ganhar R$ 175. Os trabalhadores informais, que formam um casal vão receber R$ 250. O auxílio será pago por quatro meses consecutivos e a previsão de liberação ainda é para este mês de março. Em conversa com apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre o benefício que será pago pelo governo e reconheceu que o novo valor a ser pago é vaixo, mas que “é melhor do que nada”. Lá atrás, eram quase R$ 50 bilhões por mês quando eram R$ 600. Agora fizemos um acordo, se não me engano de R$ 42 bilhões, para mais quatro parcelas de, em média, R$ 250. Por que média? Porque tem essa história da mãe solteira… Então varia, vai variar de R$ 150 a R$ 300 poucos. É pouco? Eu preferia ter isso aí do que não ter nada”, disse. A proposta já foi aprovada pelo Senado, e aguarda a aprovação na Câmara para que seja sancionada pelo Governo Federal.